As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Rebeldes sírios não são apenas os terroristas de Damasco

gustavochacra

22 de março de 2013 | 10h05

Veja meus comentários na Globo News sobree O ATAQUE TERRORISTA EM DAMASCO e A VISITA DE OBAMA A ISRAEL E PALESTINA

Leia os posts das últimas 24 horas

UMA HISTÓRIA BLOGUEIRA DO CHIPRE

EM DISCURSO HISTÓRICO, OBAMA DEFENDE PALESTINA PARA ISRAEL SER JUDAICO DEMOCRATICO

O AVANÇO PARA OS CURDOS DA TURQUIA E OS BIDUN DO KUWAIT

OBAMA DECEPCIONOU OS PALESTINOS

Terrorismo é terrorismo e deve ser condenado sempre. Portanto quem condena a violência do regime de Bashar al Assad contra opositores, como eu, tem a obrigação também de condenar ataques terroristas cometidos por rebeldes na Síria contra alvos civis ou associados ao governo.

Na tarde de ontem, um ataque terrorista contra uma mesquita em Damasco matou a principal autoridade sunita da Síria, xeque Said Ramadan al Buti, e ao menos outras 40 pessoas. Os responsáveis foram rebeldes da oposição provavelmente de facções ligadas à Al Qaeda, como a Frente Nusra, e não à colcha de retalhos de grupos opositores de viés mais laico conhecido como Exército Livre da Síria.

O clérigo sunita tinha 85 anos e era fundamental para dar uma certa credibilidade ao regime em Damasco. Afinal, normalmente, Assad conta com o apoio de membros de sua religião (muçulmano alauíta), de cristãos e de sunitas laicos dos grandes centros urbanos. Os opositores são, por sua vez, majoritariamente sunitas, incluindo os mais religiosos. Al Buti era uma das exceções e apoiava o líder sírio.

A ação, porém, não pode servir de justificativa para Assad classificar todos os opositores de terroristas. Isso seria uma mentira. Alguns deles são, mas longe de ser maioria. A maior parte deles quer apenas o fim de um regime que se tornou sanguinário ao longo dos últimos dois anos.

Guga Chacra, comentarista de política internacional do Estadão e do programa Globo News Em Pauta em Nova York, é mestre em Relações Internacionais pela Universidade Columbia. Já foi correspondente do jornal O Estado de S. Paulo no Oriente Médio. No passado, trabalhou como correspondente da Folha em Buenos Aires

Comentários islamofóbicos, antisemitas e antiárabes ou que coloquem um povo ou uma religião como superiores não serão publicados. Tampouco ataques entre leitores ou contra o blogueiro. Pessoas que insistirem em ataques pessoais não terão mais seus comentários publicados. Não é permitido postar vídeo. Todos os posts devem ter relação com algum dos temas acima. O blog está aberto a discussões educadas e com pontos de vista diferentes. Os comentários dos leitores não refletem a opinião do jornalista

Acompanhe também meus comentários no Globo News Em Pauta, na Rádio Estadão, na TV Estadão, no Estadão Noite no tablet, no Twitter @gugachacra , no Facebook Guga Chacra (me adicionem como seguidor), no Instagram e no Google Plus. Escrevam para mim no  gugachacra at outlook.com. Leiam também o blog do Ariel Palacios

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.