As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Sabia que futuro prefeito de Londres deve ser muçulmano e defensor dos gays?

gustavochacra

05 Maio 2016 | 12h55

O futuro prefeito de Londres deve ser um ativista a favor dos direitos dos gays e auto-identificado como feminista. Filho de um motorista de ônibus, é advogado de direitos humanos, pai de duas filhas e torcedor fanático do Liverpool. Jovem, nasceu em Londres há 45 anos. Filho de imigrantes paquistaneses, Sadiq Khan também é muçulmano.

Khan representa a diversidade de Londres, uma cidade multinacional e, ao lado de Nova York, a mais multicultural do mundo – curiosamente, quanto mais multicultural, mais desenvolvida é uma cidade. Se eu um dia sair de Nova York, tenham certeza de que meu destino será Londres (não falo alemão para morar em Berlim).

Importante frisar que não sei se Khan será um bom administrador público e sequer sei se votaria nele. Suas propostas incluem congelamento no preço dos transportes e planos de construir novas casas populares para resolver problemas habitacionais em Londres. Morando em NY, não tenho como avaliar a situação londrina.

Mas é fantástico saber que o filho de imigrantes paquistaneses superou o conservadorismo muitas vezes associado ao islamismo e, sem deixar de ter orgulho de ser muçulmano, passou a defender os direitos dos gays, que são perseguidos no Paquistão. O mesmo vale para suas posições feministas.

Note que não concordo com todas as posições de Khan e de seu partido. Acho que os trabalhistas britânicos têm se radicalizado para a esquerda neste momento de polarização mundial. Críticas de alguns membros do partido a Israel em vez beiram o antissemitismo, em vez de se focarem em críticas legítimas a certas ações de Benjamin Netanyahu. Também é lamentável a ligação de membros do partido a grupos extremistas no Oriente Médio.

Guga Chacra, blogueiro de política internacional do Estadão e comentarista do programa Globo News Em Pauta em Nova York, é mestre em Relações Internacionais pela Universidade Columbia. Já foi correspondente do jornal O Estado de S. Paulo no Oriente Médio e em NY. No passado, trabalhou como correspondente da Folha em Buenos Aires

Comentários na minha página no Facebook. Peço que evitem comentários islamofóbicos, antissemitas, anticristãos e antiárabes ou que coloquem um povo ou uma religião como superiores. Também evitem ataques entre leitores ou contra o blogueiro.  Não postem vídeos ou textos de terceiros. Todos os posts devem ter relação com algum dos temas acima. O blog está aberto a discussões educadas e com pontos de vista diferentes. Os comentários dos leitores não refletem a minha opinião e não tenho condições de monitorar todos os comentários

Acompanhe também meus comentários no Globo News Em Pauta, no Twitter @gugachacra , no Facebook Guga Chacra (me adicionem como seguidor) e no Instagram