As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Vamos decodificar a ameaça de Assad a Israel?

gustavochacra

04 de março de 2013 | 22h26

Bashar al Assad concedeu uma entrevista ao Sunday Times que pode ser lida aqui. Mas este trecho abaixo  me chamou a atenção e volta a levantar suspeitas de que a Síria estaria por trás de ataques contra alvos judaicos e israelenses muitas vezes atribuídos ao Hezbollah e/ou ao Irã, como na AMIA, em Buenos Aires. Esta é minha interpretação. O que vocês acham?

Sunday Times – Qual a sua mensagem para Israel depois dos ataques aéreos contra a Síria? Como você responderá a futuros ataques cometidos por Israel, especialmente depois de Israel ter dito que atacará de novo se precisar?

 Assad – Todas as vezes a Síria retaliou, mas à nossa maneira. Retaliamos do nosso modo e apenas os israelenses sabem o que nós queremos dizer.

 Sunday Times – Você pode se aprofundar?

 Assad – Sim. Retaliação não significa um míssil por um míssil, uma bala por uma bala. Nossa maneira não precisa ser anunciada. Apenas os israelenses sabem o que eu quero dizer.

 Sunday Times – Você pode nos dizer?

Assad – Não anunciamos isso.

Acompanhe também meus comentários no Globo News Em Pauta, na Rádio Estadão, na TV estadão, no Estadão Noite no tablet, no Twitter @gugachacra e na edição impressa do jornal O Estado de S. Paulo

Comentários islamofóbicos, anti-semitas e anti-árabes ou que coloquem um povo ou uma religião como superiores não serão publicados. Tampouco ataques entre leitores ou contra o blogueiro. Pessoas que insistirem em ataques pessoais não terão mais seus comentários publicados. Não é permitido postar vídeo. Todos os posts devem ter relação com algum dos temas acima. O blog está aberto a discussões educadas e com pontos de vista diferentes. Os comentários dos leitores não refletem a opinião do jornalista

O jornalista Gustavo Chacra, correspondente do jornal “O Estado de S. Paulo” em Nova York e nas Nações Unidas desde 2009 e comentarista do programa Globo News Em Pauta, é mestre em Relações Internacionais pela Universidade Columbia. Já fez reportagens do Líbano, Israel, Síria, Cisjordânia, Faixa de Gaza, Jordânia, Egito, Turquia, Omã, Emirados Árabes, Iêmen e Chipre quando era correspondente do jornal no Oriente Médio. Participou da cobertura da Guerra de Gaza, Crise em Honduras, Crise Econômica nos EUA e na Argentina, Guerra no Líbano, Terremoto no Haiti, Furacão Sandy, Eleições Americanas e crescimento da Al-Qaeda no Iêmen.  No passado, trabalhou como correspondente da Folha em Buenos Aires. Este blog foi vencedor do Prêmio Estado de Jornalismo, empatado com o blogueiro Ariel Palacios

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.