Campeonatos de pouca expressão no Brasil viram centro de atenção de casas internacionais de apostas

Jamil Chade

09 de fevereiro de 2013 | 14h24

ZURIQUE – Sábado de Carnaval. O jogo São Benedito x Tiradentes no Ceará prometia atrair pouca atenção das televisões brasileiras e mesmo da torcida. Mas, nas casas internacionais de apostas online, o jogo aparecia como uma das possibilidades para que qualquer pessoa no mundo faça suas apostas, em inglês ou francês.

O fenomeno mostra como mesmo campeonatos longe do centro das atençoes podem ser vulneráveis e estão conectados com o mundo, seja por conta da globalização do futebol, dos meios de comunicação e, claro, do crime.

A Fifa e a polícia europeia estão. Em março, a entidade vai levar ao Brasil um projeto justamente para alertar policiais, CBF e juizes sobre a manipulaçao de resultados por casas de apostas e apostadores que, longe dos campos, estao ganhando milhoes de dolares.

As casas de apostas que oferecem o jogo no Ceará são legalizadas. Mas o que chama a atenção dos especialistas é que mesmo jogos fora dos grandes torneios nacionais ou regionais passaram a estar listados nas opções de apostas para qualquer um no mundo. As apostas, em várias delas, são cotadas em euro.

A lista de jogos que as empresas internacionais oferecem inclui de fato jogos de times grandes, como a partida entre o São Paulo e o Guarani, válido pelo Campeonato Paulista, ou Vasco x Fluminense.

Mas é mesmo a inclusão de jogos praticamente insignificantes em termos de público que surpreende. Investidores ou torcedores pelo mundo podem apostar, por exemplo, no jogo de domingo entre Paranavai e Cianorte, válido pelo Campeonato Paranaense.

Em pleno domingo de Carnaval, apostadores na Europa ou Ásia podem ainda acompanhar Metropolitano x Hermann Aichinger, válido pelo Campeonato de Santa Catarina. Outra opção para os apostadores: Botafogo de Salvador x Jacuipense, no campeonato baiano.

Até mesmo a segunda divisão do campeonato paulista é alvo de apostas internacionais. Os dez confrontos do torneio no fim de semana estão na lista das casas de apostas, inclusive o jogo entre Santacruzense x Capivariano.

“Casas de apostas estão obtendo uma renda de US$ 200 bilhões ao ano, apenas com o futebol”, alertou Ralf Mutchke, diretor de Segurança da Fifa.


Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: