Engenhão perderá nome “Havelange” para Rio2016

Jamil Chade

10 de dezembro de 2013 | 15h20

LAUSANNE – O estádio que acolherá os Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro não levará o nome “João Havelange”. A informação é do novo presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, que indicou hoje em Lausanne que o local usado será apenas “Estádio Olímpico”.

Havelange foi membro do COI por anos e ex-presidente da Fifa. Mas um escândalo de corrupção o forçou a renunciar de todos seus cargos nas entidades esportivas internacionais, sempre alegando questões de saúde.

O problema é que o Engenhão, estádio que seria usado para os Jogos de 2016, leva o nome do cartola.

Questionado pelo Estado, Thomas Bach indico que o tema será resolvido até 2016. “De todas as formas, durante o evento o estádio olímpico não terá um nome”, disse.

Bach assumiu o COI prometendo lutar pela credibilidade das entidades esportivas internacionais e, amanhã, lança um projeto de reforma da organização. Para ele, não se pode dar exemplo e proteger atletas com entidades que enfrentam crises de corrupção.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.