Fifa nega que tenha vetado Camila Pitanga e Lázaro Ramos no sorteio da Copa

Jamil Chade

28 de novembro de 2013 | 08h02

Para entidade, propostas foram apresentadas pela agência GEO, em coordenação com TV Globo

 

GENEBRA – A Fifa nega as acusações de que tenha vetado os nomes de Camila Pitanga e Lázaro Ramos para apresentar o sorteio do dia 6 de dezembro das chaves da Copa e insiste que o evento irá “refletir a diversidade do Brasil”.

A coluna Radar on Line, da Veja, revelou que a Globo teria sugerido à Fifa de que o casal Lázaro Ramos e Camila Pitanga apresentassem o sorteio. Mas a Fifa teria preferido outra dupla, Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert. A notícia provocou uma enxurrada de manifestações, acusando a Fifa de racista.

A Globo não se pronunciou. Mas, segundo a Fifa, a versão divulgada no Brasil não seria correta. “A Fifa nunca vetou ninguém, já que as propostas para os apresentadores são feitas pela agência GEO, em coordenação com a TV Globo”, indicou a entidade em um comunicado enviado ao Estado. “Dependemos do país sede e os apresentadores e artistas vão refletir a diversidade do Brasil”, afirmou.

A Fifa ainda explicou que “a definição dos apresentadores e do corpo artístico do sorteio foi feita após a sugestão de diversos nomes pela GEO, agência responsável pelo conceito artístico do show. Em momento algum a FIFA vetou o nome dos artistas citados”.

*A escolha do casal Rodrigo Hilbert e Fernanda Lima se deveu, principalmente, pela experiência positiva no lançamento da logo da Copa do Mundo da FIFA, em 2010, e no Sorteio Preliminar, em 2011. A própria definição da lista de artistas que participarão do Sorteio Final demonstra a diversidade da sociedade e da cultura brasileira”, declarou.

Para provar que a diversidade da cultura e da sociedade brasileira estarão no palco, a Fifa aponta que Margareth Menezes e Olodum estarão no evento na Costa do Sauipe, na Bahia, no dia 6 de dezembro de 2013.