Imagens de satélite mostram destruição de bairros na Síria

Imagens de satélite mostram destruição de bairros na Síria

Jamil Chade

30 de janeiro de 2014 | 08h23

GENEBRA – Imagens de satélite obtidas pela entidade Human Rights Watch revelam de forma inédita a dimensão da destruição de três anos de guerra na Síria. Segundo a entidade, as autoridades deliberadamente destruíram bairros residenciais inteiros em Damasco e Hama entre 2012 e 2013.

A área destruída e que foi captado pelos satélites representaria o equivalente a 200 campos de futebol.

Para os ativistas, a ação do governo de Bashar Al Assad é uma “clara violação ao direito da guerra” e serve apenas como uma “punição coletiva” a uma população civil presa entre dois campos do conflito.

“Arrasar bairros inteiros do mapa não é uma tática legítima de guerra”, declarou Ole Solvang, pesquisador da Human Rights Watch. “Esse é mais um crime cometido pelo governo sírios”, indicou.

A entidade pede que, nas negociações de paz que ocorrem esta semana em Genebra, o governo se comprometa a parar com a destruição de bairros residenciais e que os casos sejam enviados ao Tribunal Penal Internacional.

 

Mezzeh em 2012

 

Mezzeh em 2013

 

Masha em 2012 e em 2013

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.