MARIN: PRIORIDADE IMEDIATA DA SELEÇÃO É MEDALHA DE OURO EM LONDRES

MARIN: PRIORIDADE IMEDIATA DA SELEÇÃO É MEDALHA DE OURO EM LONDRES

Jamil Chade

22 Maio 2012 | 19h48

Jose Maria Marin assumiu a CBF com um acordo tácito com Ricardo Teixeira: não tocaria na organização da seleção brasileira e manteria a estrutura deixada pelo ex-cartola. Mas, cada vez mais, vem impondo seu tom sobre o que quer da seleção.

Hoje, em Budapeste durante o Congresso da Fifa e às vésperas do embarque da seleção para uma turnê de quatro amistosos a partir do dia 26, Marin voltou a mandar seu recado à comissão técnica de que seu objetivo não é apenas de usar os Jogos Olímpicos para preparar a seleção para 2014, mas sim conquistar a medalha de ouro.

“No momento, ganhar a medalha de ouro é a prioridade e nosso primeiro grande objetivo”, indicou. “Não escondo de ninguém: a meta no momento é de conquistar os Jogos Olímpicos”, insistiu.

Originalmente, o plano da comissão técnica era a de usar as quatro datas para a seleção principal. Mas Marin fez questão de colocar suas prioridades. Tem seus argumentos: “Conquistar a medalha de ouro vao dar ao Brasil uma confiança maior. Será um estímulo para a Copa de 2014”, diz.

Sem dúvidas, os próximos quatro amistosos – contra Dinamarca, Argentina, México e EUA – serão fundamentais.