Neymar, Thiago Silva e Felipão na lista dos melhores do ano da Fifa

Jamil Chade

29 de outubro de 2013 | 04h39

Messi, Ribery e Cristiano Ronaldo são os favoritos

 

GENEBRA -Neymar e Thiago Silva estão entre os melhores jogadores do mundo em 2013, segundo a lista anunciada na madrugada de hoje pela Fifa. Entre os treinadores, Luis Felipe Scolari aparece entre os dez melhores. Os finalistas serão conhecidos em dezembro e, em janeiro, a Fifa dará o prêmio em seu evento de gala em Zurique.

Dos 23 jogadores, a lista traz apenas dois brasileiros, mesmo diante da conquista da Copa das Confederações em 2013 pelo Brasil. Nomes que eram presença constante na lista, como Daniel Alves, neste ano não foram selecionados.

Neste ano, a principal novidade é a ausëncia do absoluto controle da Espanha que, no passado, chegou a ter um terço dos selecionados. Desta vez, dos 23 jogadores, apenas Iniesta e Xavi foram escolhidos. A Espanha viu seu monopólio ser substituído pela Alemanha, em parte por conta da boa fase da seleção, mas principalmente diante do sucesso do Bayern de Munique, campeão da Europa. No total, a lista traz cinco alemães.

Mas é mesmo a disputa entre Lionel Messi e Cristiano Ronaldo que deve predominar na votação. O argentino é o recordista de troféus. Mas em 2013 sofreu com lesões e muitos acreditam que chegou a vez do português levar a Bola de Ouro. Outro que promete atrair muito voto é o francês Ribery, eleito em 2013 como o melhor pela Uefa, superando a dupla do Real Madrid e Barcelona.

Outra novidade é a presença do primeiro técnico brasileiro na lista dos melhores treinadores do mundo. Felipão, que levou a seleção à conquista da Copa das Confederações, concorre contra Mourinho, Guardiola, Del Bosque, Conte e outros.

 

Eis as listas completas:

Jogadores – Gareth Bale (Wales), Edinson Cavani (Uruguay), Radamel Falcao (Colombia), Eden Hazard (Belgium), Zlatan Ibrahimović (Sweden), Andrés Iniesta (Spain), Philipp Lahm (Germany), Robert Lewandowski (Poland), Lionel Messi (Argentina), Thomas Müller (Germany), Manuel Neuer (Germany), Neymar (Brazil), Mesut Özil (Germany), Andrea Pirlo (Italy), Franck Ribéry (France), Arjen Robben (Netherlands), Cristiano Ronaldo (Portugal), Bastian Schweinsteiger (Germany), Luis Suárez (Uruguay), Thiago Silva (Brazil), Yaya Touré (Côte d’Ivoire), Robin Van Persie (Netherlands), Xavi (Spain).

 

Treinadores – Carlo Ancelotti (Italy/Paris Saint-Germain FC/Real Madrid CF), Rafael Benítez (Spain/Chelsea FC/SSC Napoli), Antonio Conte (Italy/Juventus), Vicente Del Bosque (Spain/Spain national team), Sir Alex Ferguson (Scotland/Manchester United FC former coach), Jupp Heynckes (Germany/FC Bayern München former coach), Jürgen Klopp (Germany/Borussia Dortmund), José Mourinho (Portugal/Real Madrid CF/Chelsea FC), Luiz Felipe Scolari (Brazil/Brazil national team), Arsène Wenger (France/Arsenal FC).

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.