No lugar de Dilma no Maracanã, apenas letra “X”

Jamil Chade

30 Junho 2013 | 12h38

Na ausência de Dilma, Fifa não sabe quem vai entregar taça

 

RIO – No ensaio geral para a cerimônia de encerramento da Copa das Confederações, na noite de sábado, os organizadores retiraram o nome de Dilma Rousseff da coreografia da entrega do troféu ao campeão. Mas, sem saber ainda quem dará a taça ao capitão, a Fifa apenas colocou uma placa com a letra “X” em seu lugar.

Dilma cancelou sua ida à final, fugindo assim das vaias e no esforço de se distanciar os cartolas da Fifa e da CBF. Nos bastidores, a entidade ficou enfurecida com a decisão de Dilma e que quebra uma tradição de que a competição sempre é concluída com a presença do chefe-de-estado do país-sede.

Na manhã de hoje, a assessoria de imprensa da Fifa se recusou a dar o nome da pessoa que entregaria o troféu ao campeão, alegando apenas que se trata de um “surpresa”.

Mas o Estado apurou com funcionários que participaram do ensaio geral que, na prática, ninguém sabe quem fará a entrega. 24 horas antes do momento auge do torneio, a placa com o nome “Dilma” que um dos atores levava no ensaio foi abandonada e trocada por outra que apenas dizia “X”.

Oficialmente, a entidade enviou um email a este jornalista insistindo que “respeita” a decisão de Dilma, seja ela qual for. Mas, na cúpula da entidade, a constatação é de que o governo fez questão de dar um recado de que a Copa das Confederações não é sua prioridade.