Real Madrid tira “cruz” de seu escudo para não ferir patrocinadores muçulmanos

Real Madrid tira “cruz” de seu escudo para não ferir patrocinadores muçulmanos

Jamil Chade

08 de dezembro de 2014 | 20h28

GENEBRA –De olho no mercado árabe, um dos times mais tradicionais do mundo, o Real Madrid, modifica seu escudo e retira do símbolo uma cruz que ornamentava a coroa sobre suas letras. Se no Ocidente o símbolo do cristianismo era quase invisível diante de seu tamanho reduzido, no mundo árabe ele chega a causar polêmica.

A primeira modificação vai ser adotada nos cartões de crédito que serão emitidos pelo Banco Nacional de Abu Dhabi (NBAD), que passa a ser um dos patrocinadores do clube de Madri e que emitirá cartões com o símbolo do time, obviamente sem a cruz.

Originalmente, o símbolo do cristianismo apareceu na camisa do Real Madrid sem qualquer ligação direta com a Igreja. Em 1920, o rei Alfonso XII foi quem deu ao clube seu título de “real”, o que implicou adotar um escudo com a coroa espanhola. A cruz fazia parte da coroa, e não do escudo.

Quando a segunda república espanhola foi instaurada, em 1931, a coroa foi retirada do símbolo, e com ela a cruz. Mas dez anos depois, o escudo voltaria a ter a imagem da monarquia. Outro clubes, como o Real Betis, Real Sociedad e Real Valladolid carregam exatamente a mesma coroa, com a mesma cruz.2yphxc3

Mas não é por acaso que o presidente do clube, Florentino Pérez, faz o gesto. O Real Madrid assinou justamente com a empresa de petróleos de Abu Dhabi, a IPIC, um acordo de patrocínio por 20 anos que vai render ao time 400 milhões de euros.

Ninguém no clubs admite. Mas o valor é exatamente a quantidade que o time necessita para realizar a reforma do Santiago Bernabéu.

Quanto ao banco árabe, o cartão de crédito é apenas o início de uma parceria que poderá envolver até mesmo a construção de um resort temático dedicado ao Real Madrid

Mas se a cruz pode ser retirada, difícilmente o nome de seu principal astro – Cristiano (o seguidor de Cristo) – terá como passar por uma mudança.

 

1416936669_extras_noticia_foton_7_0

 

 

Tendências: