Democracia ameaçada

Lourival Sant’Anna

04 Fevereiro 2018 | 11h08

Como um governo deve se comportar, quando o presidente e alguns de seus auxiliares mais diretos estão sob investigação da Polícia Federal e do Ministério Público? É uma pergunta familiar para os brasileiros. Os três últimos presidentes e seus governos, incluindo o atual, têm sido investigados. Certamente houve tensões por aqui. Mas nada comparável à guerra desencadeada com a divulgação, na sexta-feira, do dossiê do Comitê de Inteligência da Câmara dos Deputados sobre a atuação do FBI na investigação das relações entre assessores de Donald Trump e autoridades e empresários russos.

Clique aqui para ler minha coluna no Estadão

Mais conteúdo sobre:

TrumpFBIMcCabeJared KushnerMueller