Encontro histórico entre Trump e Kim

Lourival Sant’Anna

10 de junho de 2018 | 17h48

Escrevo de Seul. Para a Coreia do Sul, as tensões na Península da Coreia têm um alto custo, não só material, mas político. Elas consomem a energia do governo e enfraquecem o país em suas disputas regionais, sobretudo com Japão e China. Diante do enorme sucesso do sistema econômico sul-coreano, o processo parece levar inevitavelmente à absorção do Norte pelo Sul. Mas a realização pacífica disso, como ocorreu com a Alemanha Oriental, simplesmente não está no horizonte.

Clique aqui para ler minha coluna no Estadão