Geopolítica do petróleo

Lourival Sant’Anna

30 Setembro 2018 | 11h56

O Brasil teve uma atitude rara na sexta-feira: aproveitou uma oportunidade da conjuntura internacional. O leilão de quatro áreas de pré-sal coincidiu com o petróleo cruzando a barreira de US$ 80 o barril, ou quase o dobro do valor há um ano e o triplo de 2016. Mas deve evitar dois erros do passado recente: gastar o que não tem e afugentar investimentos estrangeiros, com reservas de mercado para a Petrobrás e outras estatais.

Clique aqui para ler minha coluna no Estadão