Guerra e paz na Coreia

Lourival Sant'Anna

12 de março de 2017 | 18h56

Paradoxalmente, a escalada nos disparos de mísseis norte-coreanos parece ser apenas um grito desesperado em favor da retomada das negociações com a Coreia do Sul, Japão e Estados Unidos. Há muito tempo a Península da Coreia não chegava tão perto da paz. E da guerra.

Clique aqui para ler minha coluna no Estadão de domingo, de Hiroshima.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.