O que mata uma democracia?

Lourival Sant’Anna

12 Agosto 2018 | 13h18

Democracias não morrem mais nas mãos de militares golpistas, como antes, mas de demagogos autoritários eleitos nas urnas. Antes de se eleger, eles avisam o que vão fazer. Vencem com a ajuda de democratas e da elite, que se iludem achando que com essa aliança derrotarão seus adversários e conseguirão manipular seu exótico aliado. Mas ocorre o contrário. De acordo com o cientista político americano Steven Levitsky, é o caso de Trump e pode vir a ser o de Bolsonaro.

Clique aqui para ler minha coluna no Estadão