Repensar a democracia

Lourival Sant’Anna

26 Junho 2016 | 08h25

Os 17 milhões de britânicos que votaram pela saída da União Europeia e as dezenas de milhões de americanos que votarão em Donald Trump em novembro estão se insurgindo contra o processo de tomada de decisões centralizado em Bruxelas e em Washington, no qual não se sentem ouvidos. A desindustrialização e as mudanças demográficas estão cobrando seu preço. Há uma fratura na democracia e ela precisa ser repensada.

Clique aqui para ler minha coluna no Estadão