De Olho No Mundo 13 de junho

De Olho No Mundo 13 de junho

Lúcia Guimarães

12 de junho de 2015 | 22h09

Ouça o De Olho No Mundo  online aqui ou ao vivo na Rádio Estadão,  sábado às 19h, domingo às 20h, 92,9 FM com participação de Roxane Ré, Andrei Netto, Jamil Chade e Lúcia Guimarães.

BRASIL E UNIÃO EUROPEIA

Screen Shot 2015-06-12 at 12.40.32 PM

Abrimos o programa com a viagem da presidente Dilma Rousseff a Bruxelas, Bélgica, para uma rodada de negociações comerciais do Mercosur com a União Europeia. Andrei Netto cobriu a visita, em que a presidente defendeu o combate à inflação e conta que ela não gostou quando ele perguntou se o Brasil estava mais próximo da Alemanha ou da Grécia no debate sobre a austeridade fiscal.

Screen Shot 2015-06-12 at 8.02.23 PM

Jamil Chade conta que ficou confuso porque o Ministro do Trabalho Manoel Dias, de passagem por uma conferência da Organização Internacional do Trabalho, em Genebra, apresentou uma versão curiosa para o momento econômico do Brasil. A crise não é nossa, vem de fora, disse o ministro.

TURQUIA MUDA DE CURSO

Presidente Erdogan, em janeiro, cercado por soldados vestidos com trajes da época do Império Otomano

Presidente Erdogan, em janeiro, cercado por soldados vestidos com trajes da época do Império Otomano

A derrota do partido do presidente Recep Tayip Erdogan nas eleições parlamentares da Turquia cria um impasse político, já que nenhum dos partidos  da frente de oposição deve aceitar formar coalizão com o governo, o que obrigaria a convocação de novas eleições. Erdogan tinha planos de manter a maioria e promover mudanças constitucionais que ampliariam seu poder. Apesar de crescente tensão com Erdogan  governos ocidentais têm sido cautelosos em não criticar o presidente, não só pelo fato de a Turquia ser membro da OTAN, mas também por seu papel decisivo e qualquer solução para a guerra na Síria.

PUTIN E O PAPA

O presidente russo Vladimir Putin, famoso por chegar atrasado a compromissos oficiais, deixou o Papa Francisco esperando por 1 hora e 15 minutos no Vaticano. O Papa Francisco parecia exasperado. No encontro privado, embora anteriormente não tenha se manifestado com muita energia a favor da Ucrânia pela invasão russa de 2014, ele pediu a Putin que trabalhe por uma solução pacífica para o conflito. Andrei Netto Lembra que Putin está apostando na divisão da Europa no caso das sanções e tem investido com fundos em partidos de anti-democratcos e anti-União Europeia como a Frente Nacional de Marine Le Pen.

FRANÇA E ESPIONAGEM

Apesar da indignação provocada pelas revelações sobre espionagem da NSA por Edward Snowden, em 2013, democracias aliadas dos Estados Unidos, como França e Canadá, estão avançando suas próprias versões de vigilância de comunicações. Uma lei que permite a coleta de metadata acaba de passar pelo Senado francês. A  lei começou a ser debatida em abril, como informou  Andrei Netto, que explica como o Estado francês, muito antes do 11 de setembro, assumiu uma atitude agressiva na espionagem e investigação de suspeitos de terrorismo.

CRISE NA FIFA

Screen Shot 2015-06-12 at 8.44.40 PM

Jamil Chade traz as novas revelações na investigação da Fifa. A Interpol acaba de romper seu programa de cooperação com a Fifa, depois de postar um alerta vermelho com nomes cartolas e dirigentes do futebol investigados pelo FBI. O correspondente do Estado em Genebra comenta as revelações sobre depósitos de empresas do Golfo Pérsico em contas do ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira, e acredita que a investigação sobre a CBF ainda pode revelar mais sobre as conexões da organização com políticos brasileiros.

APPLE PARTE PARA O ATAQUE

Screen Shot 2015-06-12 at 12.38.05 PM

Um serviço de streaming, Apple Music, foi o principal anúncio feito na conferência de desenvolvedores da Apple em São Francisco, na terça-feira, 9. O Apple Music vai dar a usuários acesso ao enorme catálogo musical da Apple por uma assinatura mensal individual ou para uma família de até seis pessoas. O avanço da Apple sobre o streaming é uma ameaça direta a serviços como Spotify e Pandora. A imprensa especializada americana teve reações mistas às novidades anunciadas. Alguns comentaram que a Apple está numa fase mais evolucionária do que revolucionária, reagindo à ocupação de territórios da indústria musical por concorrentes. Em maio, o website The Verge, revelou que funcionários do Departamento de Justiça americano investigam possíveis tentativas de coerção de gravadores pela Apple. A empresa  estaria exercendo pressão, semanas antes do anúncio do Apple Music, para que gravadoras não renovassem contratos de licenciamento com o YouTube e o Spotify. O YouTube, do Google, se tornou uma importante ferramenta de divulgação musical grátis para artistas. Dos 60 milhões de ouvintes do Spotify só 15 milhões pagam pelo serviço premium. A Apple pretende cobrar US$9.99 pelo serviço individual que vai estar disponível em 100 países, inclusive no Brasil, a partir de 30 de junho. Num ataque direto ao YouTube, a Apple está criando o Artists Connect, uma página onde artistas podem fazer upload de video clips, fotos e se comunicar com fãs. A iniciativa gerou comparações nada lisonjeiras com o malfadado My Space, que já foi a maior rede social do mundo, antes de ser  esmagado pelo Facebook. O terceiro serviço musical introduzir pela Apple esta semana é o BeatsOne, uma rádio com DJ’s como que vai juntar a curadoria de celebridades ao catálogo da Apple.

LIVROS

Screen Shot 2015-06-12 at 1.11.00 PM

Andrei Netto recomenda Submissão (Alfaguara) o novo romance de Michel Houllebecq, um autor que não teme controvérsia. Mesmo não considerando este o melhor exemplo da obra do escritor francês, o correspondente do Estado em Paris acha que Submissão é superior a boa parte da ficção francesa contemporânea.

MÚSICA AO AR LIVRE NO VERÃO NOVA-IORQUINO

A maior série de concertos grátis de Nova York, SummerStage,  vai comemorar a sua trigésima temporada com mais de 130 shows até outubro. Aqui a lista completa dos concertos.