De Olho No Mundo 27 de junho

De Olho No Mundo 27 de junho

Lúcia Guimarães

27 de junho de 2015 | 15h37

Sousse, Tunísia Foto Amine Ben Aziza REUTERS

Sousse, Tunísia
Foto Amine Ben Aziza REUTERS

Ouça o De Olho No Mundo online aqui ao vivo na Rádio Estadão,  sábado às 19h, domingo às 20h, 92,9 FM com participação de Roxane Ré, Andrei Netto, Jamil Chade e Lúcia Guimarães.

ATENTADOS

Uma sexta-feira e três atentados em três continentes. Pelo menos 70 pessoas morreram nos ataques na França, Tunísia e Kuwait.

San-Quentin Fallavier Foto reprodução Twitter

San-Quentin Fallavier
Foto reprodução Twitter

O correspondente Andrei Netto foi a San-Quentin Fallavier, onde fica a empresa de gás norte-americana invadida por um francês ligado ao movimento salafista. Um corpo decapitado foi encontrado na empresa  ao lado de uma bandeira do Estado Islâmico. Yassim Salhi, de 35 anos, foi preso no local. O acusado do atentado estava no radar da inteligência francesa desde 2006 mas não tinha nenhuma nenhuma passagem pela polícia. De Lyon, cidade próxima ao atentado, Andrei Netto comenta o possível vínculo entre os três atentados da sexta-feira, semanas após o Estado Islâmico ter exortado islamistas a atacar durante o mês sagrado do Ramadã.

Na Tunísia, a maioria dos 39 mortos no ataque no balneário de Sousse são cidadãos britânicos. O alvo do ataque foi o Hotel Imperial de Marhaba. Um jovem abriu fogo contra os turistas na praia em frente ao hotel. O governo tunisiano anunciou que vai reprimir a radicalização pregada em mesquitas. No Kuwait, o Estado Islâmico reivindicou o ataque à mesquita xiita que matou 27 pessoas e feriu 200. Um terrorista detonou uma veste suicida dentro da mesquita.

GRÉCIA

Screen Shot 2015-06-27 at 10.28.40 AM

A decisão do primeiro-ministro Alexis Tsipras de convocar um plebiscito sobre o acordo da dívida grega no próximo dia 5 foi mal recebida pelos países credores na União Europeia. Andrei Netto, que na semana passada criticou a intransigência de Tsipras, acha que a União Europeia deve também questionar os rumos que toma para integração do bloco. Assim como Tsipras é um populista de esquerda, comenta o repórter, a UE adotou há mais de vinte anos uma posição ideológica que gera conflitos. A austeridade já produziu uma depressão econômica no país. É natural que a população esteja insatisfeita com as exigências sempre mais e mais fortes de Bruxelas.

Screen Shot 2015-06-27 at 10.17.00 AM

SUPREMA CORTE CONFIRMA OBAMACARE E CASAMENTO GAY

Duas decisões históricas da Suprema Corte americana serão associadas à era Obama. O Obamacare, maior iniciativa de política doméstica do presidente, que já incluiu 16 milhões ao seguro saúde obrigatório, sobreviveu ao desafio de uma ação legal. E o casamento gay, que vinha obtendo vitórias em legislativos estaduais, ganha legitimidade federal com a decisão apertada, por 5 votos a 4, com o esperado pelo apoio de Anthony Kennedy, um conservador que tem se mostrado defensor de direitos civis para pessoas do mesmo sexo.

OBAMA EM CHARLESTON

O presidente Barack Obama fez questão de discursar no funeral do pastor e senador estadual Clementa Pinckney, uma das nove vítimas no massacre da igreja de Charleston, Carolina do Sul. Foi um dos mais eloquentes pronunciamentos do primeiro presidente negro dos Estados Unidos sobre a divisão racial. Ele pediu ao país para demonstrar a graça que testemunhou nos moradores de Charleston afetados pela tragédia. E surpreendeu o público ao começar a cantar o hino religioso Amazing Grace, cujo título se traduz como Graça Extraordinária.

Marc Maron e Barack Obama/ Foto Pete Souza

Marc Maron e Barack Obama/ Foto Pete Souza

 

Conversamos sobre o podcast que Obama gravou na garagem do comediante Marc Maron, a mais longa entrevista em seis anos de presidência. Obama, que prometeu acesso e transparência antes de eleger, em 2008, recorre com frequência a programas de entretenimento para se comunicar com o público, para frustração de jornalistas profissionais.

Screen Shot 2015-06-27 at 2.15.13 PM

ESPIÃO QUE ESPIONA ESPIÃO…

Tem quantos anos de perdão? Andrei Netto lembra que o choque dos franceses com as novas revelações sobre a espionagem americana são um pouco de mise en scène.

DILMA EM WASHINGTON

Screen Shot 2015-06-27 at 10.58.12 AM

A presidente Dilma Rousseff se encontra com o presidente Barack Obama, Washington, nesta terça-feira, 30.  Dois anos depois de cancelar uma visita de estado em protesto contra as revelações de espionagem da NSA, Dilma Rousseff chega a Washington em situação muito mais difícil, com índice de reprovação recorde. Jamil Chade especula sobre a dinâmica do encontro em momentos opostos vividos pelos dois chefes de estado. Depois de um realinhamento comercial da era do PT que produziu poucos frutos desafio  para o Brasil é retomar uma agenda comercial positiva e atrair novos investimentos americanos

FIFA

De Genebra Jamil Chade informa que o FBI espera ouvir do ex-presidente da CBF, José Maria Marin, tudo o que sabe sobre a corrupção na Fifa. Neste sábado, Marin completa um mês de prisão. Chade lembra que Marin não fala inglês ou francês e seu advogado não fala espanhol.

E o De Olho No Mundo se despediu com a interpretação surpresa de Barack Obama de um dos hinos mais cantados em igrejas americanas, Amazing Grace.