Crítico de videogames, Trump protagonizou 5 jogos eletrônicos
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Crítico de videogames, Trump protagonizou 5 jogos eletrônicos

Simuladores lançados entre 1988 e 2007 focam nos cassinos do magnata, em sua carreira no ramo imobiliário e no reality show 'O Aprendiz'; ele se reunirá com representantes da indústria de jogos eletrônicos para discutir a violência nos games

Redação Internacional

06 Março 2018 | 14h30

Na quinta-feira, 8,  o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se reunirá com representantes da indústria de jogos eletrônicos para discutir a relação entre violência em videogames e os ataques com armas de fogo.

+ Estudantes se tornam pesadelo de lobby das armas

Muito antes de ser um crítico deste tipo de mídia, porém, o próprio Trump foi estrela de ao menos 5 jogos eletrônicos lançados entre 1988 e 2007.

Focados no cassinos do magnata, em sua carreira no ramo imobiliário e no reality show O Aprendiz, apresentado pelo republicano durante 14 temporadas, os jogos eram, em sua maioria, simuladores.

Saiba mais sobre os jogos estrelados por Trump:

– Trump Castle (1988), Trump Castle II (1991) e Trump Castle 3 (1993)

Os jogos da série Trump Castle são simuladores de cassino inspirado na casa de mesmo nome da qual Trump foi proprietário de 1985 até 2011. Oferecem vários dos jogos disponíveis nos cassinos reais do magnata, como roleta, craps, poker, caça-níquel, bacará e blackjack (21). O jogador pode competir contra outros três adversários ou conta a inteligência artificial do game, considerada desafiadora.

No site Archive.org é possível jogar online, através de um emulador, uma versão de Trump Castle e de Trump Castle 3 – o segundo jogo não está disponível por questões de licenciamento.

– Donald’s Trump Real Estate Tycoon! (2002)

Capa do simulador de negócios 'Donald's Trump Real Estate Tycoon!' (Reprodução)

Capa do simulador de negócios ‘Donald’s Trump Real Estate Tycoon!’ (Reprodução)

Neste simulador de negócios, o objetivo do jogador é derrotar o próprio Donald Trump e se tornar o magnata dos negócios mais influente do mundo. É possível escolher até cinco cidades para jogar: Los Angeles, Nova York, Atlantic City, Londres e Paris.

Apesar de ter recebido nota 7,2 do site especializado GameSpot na época de seu lançamento, as avaliações do jogo em geral são negativas, considerando-o uma experiência chata e pouco criativa.

– The Apprentice: Los Angeles (2007)

Tela do jogo 'The Apprentice: Los Angeles' (Legacy Interactive/gamepressure.com)

Tela do jogo ‘The Apprentice: Los Angeles’ (Legacy Interactive/gamepressure.com)

O jogo é uma recriação do programa de TV que popularizou Trump nos Estados Unidos. O objetivo aqui é ter sucesso na administração de uma série de empresas, de um restaurante japonês a uma loja de roupas de grife, muitas vezes controlando mais de um negócio ao mesmo tempo.

Se o desempenho do jogador for inadequado ou abaixo do esperado, ele enfrentará a temida sala da diretoria onde um minigame determinará se ele será demitido ou contratado por Trump.

Mais conteúdo sobre:

Donald TrumpEstados Unidosvideogame