Inspirado por foto de menina hondurenha, casal arrecada milhões para ajudar imigrantes
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Inspirado por foto de menina hondurenha, casal arrecada milhões para ajudar imigrantes

Casal planejava arrecadar US$ 1,5 mil para famílias imigrantes na fronteira; mas conseguiram mais de US$ 5 milhões na maior campanha unitária da história do Facebook

Redação Internacional

20 Junho 2018 | 05h00

Tudo começou com uma foto que se tornou viral de uma menina de apenas 2 anos chorando enquanto a mãe era revistada e detida na fronteira sul dos EUA.

Imagem da pequena hondurenha comoveu casal na Califórnia. Foto: John Moore/Getty Images/AFP

Charlotte e Dave Willner viram a imagem na internet, como milhares de outras pessoas, e decidiram começar uma campanha para arrecadar fundos que rapidamente se tornou a maior campanha unitária da história do Facebook.

O casal da região Bay Area, na Califórnia, ficaram abalados com a imagem angustiante da pequena hondurenta olhando para sua mãe, enquanto ela era revistada por uma agente de fronteira no sul do Texas. O casal também tem uma filha de 2 anos, e a imagem despertou neles uma vontade de ajudar as famílias que estão sendo separadas sob a política imigratória de “tolerância zero” da administração Trump.

No sábado de manhã, eles deram início à campanha no Facebook para arrecadar fundos para a ONG Refugee and Immigrant Center for Education and Legal Services, conhecida como Raices, que presta serviço legal de baixo custo para imigrantes e famílias de refugiados no Texas. O objetivo inicial era de US$ 1,5 mil.

Três dias mais tarde, eles conseguiram arrecadar mais de US$ 5 milhões de mais de 130 mil pessoas, surpreendendo a equipe do Raices.

“Tivemos momentos de ecstasy e houve muitas lágrimas em resposta a essa manifestação de apoio”, afirmou Jonathan Ryan, diretor executivo do Raices. “Mas esses momentos de alegria foram acompanhados pelo senso de grande responsabilidade.”

+ ‘Eu queria que ela parasse de chorar’: a imagem de uma imigrante que comoveu um fotógrafo

Os fundos serão destinados para cobrir as despesas da representação legal para crianças e pais imigrantes no Texas, assim como para pagar fianças de pais para que possam ser soltos e se reencontrar com seus filhos.

A organização, que conta com cerca de 50 advogados, planeja dar treinamento para novos advogados voluntários para que possam viajar para o Texas ajudar nos casos.

Mais conteúdo sobre:

EUAimigrantes