Mesmo morto, dono do bordel é eleito para Assembleia de Nevada
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Mesmo morto, dono do bordel é eleito para Assembleia de Nevada

Republicano Dennis Hof obteve 69,02% dos votos contra 30,98% da candidata democrata Lesia Romanov; vaga será preenchida por outro republicano, cujo nome será indicado por autoridades do condado

Redação Internacional

07 Novembro 2018 | 15h36

WASHINGTON – Dennis Hof, dono de vários bordeis que disputava uma cadeira na Assembleia Legislativa de Nevada, nos Estados Unidos, venceu a eleição legislativa na terça-feira, 6. No entanto, ele não assumirá a vaga, já que morreu no meio de outubro, durante a campanha eleitoral.

Hof obteve 69,02% na votação contra a candidata democrata Lesia Romanov, que ficou com 30,98%. Sua vaga será preenchida por outro republicano, cujo nome será indicado por autoridades do condado. Com base na lei estadual, o nome de Hof permaneceu na cédula das eleições neste distrito conservador, onde aparecia como favorito contra sua adversária.

Mesmo morto Dennis Hof recebeu 69,02% dos votos para a Assembleia Legislativa de Nevada e derrotou a candidata democrata (AP Photo/Sue Ogrocki)

Mesmo morto, Dennis Hof recebeu 69,02% dos votos para a Assembleia Legislativa de Nevada e derrotou a candidata democrata (AP Photo/Sue Ogrocki)

Hof, de 72 anos, foi encontrado morto no dia 16 de outubro em Love Ranch, um de seus bordeis legalizados em Crystal, a 97 quilômetros de Las Vegas.

Segundo o jornal Reno Gazette, o candidato republicano pró-Trump celebrou o seu aniversário com uma festa que contou com a presença, entre outros, da estrela pornô Ron Jeremy.

Chuck Muth, o chefe da campanha de Hof, disse no Twitter que Jeremy encontrou o corpo quando foi acordá-lo. Muth disse que Hof aparentemente teria “morrido enquanto dormia tranquilamente”.

Ele protagonizou o reality show da HBO chamado “Cathouse” sobre as prostitutas que trabalhavam para sua organização.

Autor de The Art of the Pimp: One Man’s Search for Love, Sex, and Money (A arte do cafetão: A procura de um homem por amor, sexo e dinheiro, em tradução livre) , sua autobiografia, Hof se chamava de “Trump of Pahrump”, em homenagem à cidade de Nevada onde era dono de outros dois bordeis. / AFP