Propaganda da AeroMéxico que questiona preconceitos nos EUA viraliza
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Propaganda da AeroMéxico que questiona preconceitos nos EUA viraliza

Anúncio, cujo slogan é 'Não há limites entre nós' oferece desconto na passagem aérea correspondente à porcentagem genética mexicana de moradores de cidade Texana

Redação Internacional

18 de janeiro de 2019 | 17h57

NOVA YORK, ESTADOS UNIDOS – Uma propaganda da AeroMéxico destinada a atrair mais passageiros americanos destacando a longa história que une ambos os países viralizou nas redes sociais, em um momento em que Donald Trump tenta levar adiante seu plano de construir um muro na fronteira sul.

Na peça publicitária “Descontos de DNA”, um grupo de residentes da cidade de Wharton, no Texas, 480 km ao norte da fronteira, é entrevistado por funcionários da principal linha aérea mexicana, que quer averiguar porque seus habitantes não desejam conhecer seu vizinho do sul.

A ideia do anúncio, cujo slogan é “Não há limites entre nós”, é questionar os preconceitos que muitos americanos têm sobre o México.

“Deixe-me ficar aqui em paz, e que eles fiquem ao sul da fronteira”, afirma um texano na casa dos 70 anos.

Até 1836, o Texas fazia parte do México.

Você gosta de burrito? “Sim”, diz outro residente de Wharton. Gosta de tequila? “Sim”. Gosta do México? “Não”, responde.

Anúncio da AeroMéxico oferece desconto para americanos com DNA do país vizinho (Foto: Reprodução)

Anúncio da AeroMéxico oferece desconto para americanos com DNA do país vizinho (Foto: Reprodução)

Mas as coisas mudam quando eles descobrem em um teste de DNA que são em parte mexicanos e podem obter um desconto na passagem aérea correspondente à sua porcentagem genética mexicana.

Os habitantes de Wharton entrevistados reagiram com surpresa à notícia de que são parcialmente mexicanos.

A propaganda, criada pela Ogilvy, a agência da AeroMéxico, foi divulgada inicialmente em maio passado, mas viralizou recentemente, em um momento de paralisação parcial do governo federal devido à disputa entre o presidente americano e a oposição democrata pelo muro que o mandatário quer construir na fronteira de quase 3.200 km. / AFP

Mais conteúdo sobre:

MéxicoEstados Unidos