Trump exagera em elogios ao próprio governo e faz Assembleia-Geral da ONU rir
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Trump exagera em elogios ao próprio governo e faz Assembleia-Geral da ONU rir

Ao iniciar seu discurso na reunião anual dos chefes de Estado da Nações Unidas, Trump começou a falar no estilo hiperbólico que todos já conhecem para se gabar dos resultados domésticos de seu governo

Redação Internacional

25 Setembro 2018 | 20h31

Donald Trump, cuja ascensão política sempre foi marcada por novidades e curiosidades, conseguiu nesta terça-feira. 25, outra façanha rara: provocar risos na solene Assembleia-Geral da ONU.

Ao iniciar seu discurso na reunião anual dos chefes de Estado da Nações Unidas, Trump começou a falar no estilo hiperbólico que todos já conhecem para se gabar dos resultados domésticos de seu governo.

À medida que os dirigentes globais reunidos começavam a rir, Trump interrompeu seus comentários e afirmou: “É  verdade”.

Rindo também, Trump continuou e disse: “Eu não esperava essa reação, mas tudo bem”. Depois, continuou exaltando os resultados econômicos de seu governo.

Momentos de descontração são extremamente incomuns na Assembleia-Geral da ONU, que segue um protocolo rigoroso, com cada líder mundial sendo escoltado até a tribuna para um discurso sobre as questões do dia. / AFP

Mais conteúdo sobre:

EUADonald Trump