Presidentes twitteiros

Estadão

26 de maio de 2011 | 22h29

Dos presidentes latino-americanos, o venezuelano Hugo Chávez é o mais popular. Ao menos no Twitter.  Na semana passada, ele superou o número de 1,5 milhão de seguidores. Bem mais do que a argentina Cristina Kirchner, com 419 mil, ou que seu vizinho colombiano, Juan Manuel Santos, com 183 mil. A rede de microblogs já provou o quanto pode ser útil para mobilizar pessoas e disseminar informações. A primavera árabe, a morte de Osama Bin Laden e a revolução verde do Irã são exemplos disso.

Por isso, o Nuestra America fez uma lista de “twitters de presidentes a seguir”. São contas que sempre trazem informações bacanas, ou que mostram um pouco da relação dos governantes com os governados (ou nem sempre). Chávez, por exemplo, que sabe como poucos usar a comunicação em seu projeto de poder é extremamente interativo no Twitter. Já o salvadorenho Maurício Funes “desencanou” da sua conta em 2010. Vamos a eles:

Chile: Sebastián Piñera

Colômbia: Juan Manuel Santos

Venezuela: Hugo Chávez

HondurasPepe Lobo

Haiti: Michel Martelly

Costa Rica: Laura Chinchilla

México: Felipe Calderón

El Salvador: Mauricio Funes

Argentina: Cristina Kirchner

Essas são as contas oficiais. Se alguém souber de fakes engraçados, podem sugerir!

**** Sigam-nos também no Twitter (@lraatz)!

**** E acompanhem, como diz o mestre Ariel Palacios, os supimpas blogs da editoria de internacional do estadão.com.br

………………………………………………………………………………………………………………………………………………….
Comentários racistas, chauvinistas, sexistas, xenófobos ou que coloquem a sociedade de um país como superior a de outro país, não serão publicados. Tampouco ataques pessoais aos comentaristas ou ao blogueiro. Propaganda político-partidária e publicidade religiosa também serão eliminadas, assim como comentários que não tiverem qualquer relação com o conteúdo da postagens. Palavrões não serão publicados.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.