Brasília Submersa

O repórter fotográfico Beto Barata, que atua pelo Grupo Estado, mergulhou nas águas do Lago Paranoá, em Brasília, e de lá produziu imagens bem pouco conhecidas, inclusive para a maioria dos brasilienses. Durante um ano o fotógrafo trouxe à tona vestígios da Vila Amaury - localidade inundada após a construção da Capital Federal, imagens dos animais que habitam as profundezas e das pessoas que utilizam as águas como forma de lazer. O trabalho que teve início em agosto de 2009 virou um livro e ganhou exposição no Museu Nacional da República, na Esplanada dos Ministérios. Leia matéria .

Estadão

16 de outubro de 2010 | 00h02

Mergulhadores exploram área onde foram encontrados postes a 19 metros de profundidade. Foto: Beto Barata

Mergulhadores exploram área onde foram encontrados postes a 19 metros de profundidade. Foto: Beto Barata

Árvore do cerrado vista de dentro do Lago Paranoá. Foto: Beto Barata

Canoa naufragada a 11 metros de profundidade. Foto: Beto Barata

Plantas aquáticas desenvolvem-se em área assoreada no Lago Paranoá. Foto: Beto Barata

Lápide em homenagem ao mergulhador Cristiano que faleceu nas águas do lago. Foto: Beto Barata

Barquinho com oferendas à Iemanjá. Foto: Beto Barata

Boneca Vodu, colocada por mergulhadores no fundo do lago. Foto: Beto Barata

Entardecer na Raia Norte visto de dentro do lago. Foto: Beto Barata

Barragem é opção de lazer nos fins de semana. Foto: Beto Barata

Mergulhador nada em região chamada de Curral. Foto: Beto Barata

Garças brancas em meio às biguás descansam na beira do lago. Foto: Beto Barata

Comemoração de passagem do ano na Prainha. Foto: Beto Barata

Ruínas da antiga Vila Amaury que foi submersa pelas águas do Lago Paranoá, após o fechamento das comportas da Barragem do Paranoá. Foto: Beto Barata

Tilápia é a espécie mais pescada do Lago Paranoá. Foto: Beto Barata

Ruínas da antiga Vila Amaury que foi submersa pelas águas do Lago Paranoá. Foto: Beto Barata

Vaso sanitário encontrado nas ruínas da antiga Vila Amaury . Foto: Beto Barata

Ponte JK fotografada de dentro do Lago Paranoá. Foto: Beto Barata

Ruínas da antiga Vila Amaury no Lago Paranoá. Foto: Beto Barata

Entardecer na Raia Norte visto de dentro do lago. Foto: Beto Barata

Mergulhador brinca com pequenos JKs, próximo a uma antiga fossa da Vila Amaury. Foto: Beto Barata

Mergulhador Facó vasculha interior de uma Kombi. Foto: Beto Barata

Peixe chamado de JK nada em meio à garrafa pet. Foto: Beto Barata

 

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

Beto BarataBrasília submersa

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.