Estátuas vivas

Na tentativa de tirar a estátua viva Gladys Wosiack do sério, um homem já beijou a artista na boca e outro até perdeu a dentadura. “Ele fez de tudo para chamar a minha atenção”. Sem perder a compostura, Gladys deu uma risadinha performática e continuou o seu trabalho. “Só para zoar ele um pouco”, ri a carioca de 24 anos. O assédio constante é um dos motivos pelos quais não são vistas muitas mulheres como estátuas vivas pelas ruas, explica ela. “Como as personagens em geral mostram feminilidade e sensualidade, você acaba muito exposta”. conta ela, que exibe personagens como fadas, camponesas e deusas gregas na região central de São Paulo.Em São Paulo há 6 anos, Gladys é formada em Artes Cênicas e, além da atividade como estátua viva, faz parte de um grupo de teatro. Gladys conheceu o estatuismo com Harun dos Reis. Os dois estão juntos há 5 anos. Harun começou a trabalhar vestido como príncipe encantado ou como deuses gregos, até encontrar seu personagem mais marcante: o Anjo. “As pessoas viam o Cupido e me chamavam de anjo. Aí eu percebi que a necessidade das pessoas estava na figura do anjo”, conta o artista de 26 anos, dono de caracterizações de “Anjo Gabriel” e “Arcanjo Miguel”.Como quase todas as estátuas vivas, Harun é o responsável por confeccionar o próprio figurino. “Sempre tive muita habilidade com as mãos”, explica. Harun calcula que já tenha construído pelo menos 10 asas de anjo - cada uma delas feita com um material leve, parecido com isopor. O Natal é a melhor época do ano para o anjo Harun, que complementa a renda da família trabalhando em casa como webdesigner. Assim com Gladys e Harun, há dezenas de artistas ganhando a vida como estátuas vivas na cidade de São Paulo como Marcelo Zago, Willian Gama e Antonio Carlos "Azerutan".Texto: Marcelo Duarte e Tory OliveiraFotos: Tiago Queiroz

Estadão

24 de julho de 2010 | 00h10

Gladys tem 24 anos e é formada em Artes Cênicas. Além da atividade como estátua viva, faz parte de um grupo de teatro. 22/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Gladys tem 24 anos e é formada em Artes Cênicas. Além da atividade como estátua viva, faz parte de um grupo de teatro. 22/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Gladys Wosiack e Harun dos Reis estão juntos há 5 anos e atuam como estátuas vivas no Centro da Capital. 22/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Gladys Wosiack e Harun dos Reis estão juntos há 5 anos e atuam como estátuas vivas no Centro da Capital. 22/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

O casal Gladys e Harum posam de camponesa e anjo, respectivamente. 22/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

O casal Gladys e Harum posam de camponesa e anjo, respectivamente. 22/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Durante a sessão de fotos para a reportagem, Gladys levou o filho Alanm. 22/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Durante a sessão de fotos para a reportagem, Gladys levou o filho Alanm. 22/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Momento de descontração: Gladys passa maquiagem no rosto de Alann. 22/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Momento de descontração: Gladys passa maquiagem no rosto de Alann. 22/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

O ator Marcelo Zago de 34 anos, atua como estátua viva há 4 anos. 20/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

O ator Marcelo Zago de 34 anos, atua como estátua viva há 4 anos. 20/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Detalhe do pó usado para maquiagem. 20/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Detalhe do pó usado para maquiagem. 20/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Marcelo já perdeu a conta de quantas horas passou completamente imóvel. 20/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Marcelo já perdeu a conta de quantas horas passou completamente imóvel. 20/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Marcello Zago interpreta o

Marcello Zago interpreta o "Político Corrupto". São Paulo, 20/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Foto: Tiago Queiroz/AE

Marcelo Zago posa para foto antes da transformação. 20/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Em sua residência, na zona sul da Capital, artista posa de

Em sua residência, na zona sul da Capital, artista posa de "Político Corrupto". 20/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Marcelo fazia teatro e trabalhava com animador de festas quando conheceu o estatuísmo. 20/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Marcelo fazia teatro e trabalhava com animador de festas quando conheceu o estatuísmo. 20/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Willian Gama se transforma em estátua viva nos finais de semana, no Parque Villa-Lobos, zona oeste de São Paulo. 16/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Willian Gama se transforma em estátua viva nos finais de semana, no Parque Villa-Lobos, zona oeste de São Paulo. 16/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Chapeleiro Maluco de Alice no País das Maravilhas é uma das caracterizações de Willian Gama. 16/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Chapeleiro Maluco de Alice no País das Maravilhas é uma das caracterizações de Willian Gama. 16/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Willian Gama atua como estátua viva há cerca de três anos. 16/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Willian Gama atua como estátua viva há cerca de três anos. 16/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Artista utiliza técnica de respiração da yoga e o jeito de se maquiar vem dos camarins do teatro. 16/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Artista utiliza técnica de respiração da yoga e o jeito de se maquiar vem dos camarins do teatro. 16/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

William Gama e Antonio Carlos

William Gama e Antonio Carlos "Azerutan" durante processo de maquiagem. 16/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Antonio Carlos

Antonio Carlos "Azerutan" trabalha como estátua viva há 15 anos. 16/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Antonio Carlos, 46 anos, adotou o nome artístico (Azerutan) em homenagem a um índio da tribo Xucuru-Tiriri, de Pernambuco (embora ele diga também que o nome seja a palavra “natureza” ao contrário). 16/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Antonio Carlos, 46 anos, adotou o nome artístico (Azerutan) em homenagem a um índio da tribo Xucuru-Tiriri, de Pernambuco (embora ele diga também que o nome seja a palavra “natureza” ao contrário). 16/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Antonio Carlos

Antonio Carlos "Azerutan", caracterizado de Fernando Pessoa. 16/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Antes: Antonio Carlos

Antes: Antonio Carlos "Azerutan" e William Gama. 16/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Depois: Fernando Pessoa e Chapeleiro Maluco. 16/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Depois: Fernando Pessoa e Chapeleiro Maluco. 16/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Fernando Pessoa (Antonio Carlos

Fernando Pessoa (Antonio Carlos "Azerutan") e o Chapeleiro Maluco (Wilian Gama) posam para foto. 16/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Wiliam Gama interpreta o Chapeleiro Maluco. 16/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Wiliam Gama interpreta o Chapeleiro Maluco. 16/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Antonio Carlos

Antonio Carlos "Azerutan", de Fernando Pessoa, próximo ao casal Gladys e Harum. 22/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Harum Reis começou no estatuismo aos 17 anos. Ele é filho de Zilda dos Reis, mais conhecida no meio como

Harum Reis começou no estatuismo aos 17 anos. Ele é filho de Zilda dos Reis, mais conhecida no meio como "Zá Pietar", uma das pioneiras da arte em São Paulo. 22/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

O casal Gladys e Harum posam de camponesa e anjo, respectivamente. 22/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

O casal Gladys e Harum posam de camponesa e anjo, respectivamente. 22/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Azerutan, Gladys e Harum em rua do Centro de São Paulo. 22/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Azerutan, Gladys e Harum em rua do Centro de São Paulo. 22/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Harun é o responsável por confeccionar o próprio figurino. 22/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Harun é o responsável por confeccionar o próprio figurino. 22/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Antes: Alann, Gladys e Harun. 22/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Antes: Alann, Gladys e Harun. 22/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Depois: Alann, a

Depois: Alann, a "Camponesa" e o "Anjo". 22/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Casal Gladys e Harun posam para foto em prédio da região central. 22/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Casal Gladys e Harun posam para foto em prédio da região central. 22/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Para atuar como estátua viva, Azerutan que interpreta Fernando Pessoa, fez yoga, pilates, teatro, dança e expressão corporal. 22/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Para atuar como estátua viva, Azerutan que interpreta Fernando Pessoa, fez yoga, pilates, teatro, dança e expressão corporal. 22/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Fernando Pessoa, ou melhor

Fernando Pessoa, ou melhor "Azerutan", beija a mão de uma espectadora na Rua Direita. 22/07/2010. Foto: Tiago Queiroz/AE

Tudo o que sabemos sobre:

Arte de ruaEstátua viva

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.