Feira de São Cristóvão

No ano em que completa 65 anos de existência, a Feira de São Cristóvão, com sede no Centro Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas, na zona norte do Rio, foi declarada patrimônio cultural imaterial do País, mas vive um embate entre a tradição e a invasão de movimentos culturais modernos.Atualmente, a Associação dos Feirantes calcula que cerca de 500 mil visitantes passem por mês pelo espaço, que tem quase 700 barracas com oferta de artesanato e alimentos nordestinos - além de produtos encontrados em camelôs, como óculos escuros e camisas de futebol. De dia, os restaurantes são os mais procurados; de noite, há grande movimentação baladeira, com música ao vivo nos dois palcos principais e em diversas barracas.O movimento noturno é que preocupa os mais antigos. Além das três barracas especializadas em reggae, o funk dos morros cariocas assume espaço cada vez maior nos bares voltados ao público jovem. A transformação em patrimônio cultural imaterial, anunciada na sexta-feira, garante a permanência da feira no mesmo local, mas não impede a entrada de novas culturas. Leia matéria completa.Texto: Nicola PamplonaFotos: Wilton Junior

Estadão

02 de agosto de 2010 | 12h59

Sanfoneiro apresenta-se na Feira de São Cristóvão. RJ, 01/08/2010. Foto: Wilton Junior/AE

Sanfoneiro apresenta-se na Feira de São Cristóvão. RJ, 01/08/2010. Foto: Wilton Junior/AE

Literatura de Cordel é vendida na Feira. RJ, 01/08/2010. Foto: Wilton Junior/AE

Literatura de Cordel é vendida na Feira. RJ, 01/08/2010. Foto: Wilton Junior/AE

Quadrilha Gonzagão simulava a disputa entre os municípios de Caruaru e Campina Grande pelo título de melhor festa de São João. RJ, 01/08/2010. Foto: Wilton Junior/AE

Quadrilha Gonzagão simulava a disputa entre os municípios de Caruaru e Campina Grande pelo título de melhor festa de São João. RJ, 01/08/2010. Foto: Wilton Junior/AE

Durante a noite, cultura tradicional nordestina perde espaço para o reggae e funk. RJ, 01/08/2010. Foto: Wilton Junior/AE

Durante a noite, cultura tradicional nordestina perde espaço para o reggae e funk. RJ, 01/08/2010. Foto: Wilton Junior/AE

Cliente experimenta acessório na chapelaria. RJ, 01/08/2010. Foto: Wilton Junior/AE

Cliente experimenta acessório na chapelaria. RJ, 01/08/2010. Foto: Wilton Junior/AE

Apresentação da banda Pakerar, durante a noite. RJ, 01/08/2010. Foto: Wilton Junior/AE

Apresentação da banda Pakerar, durante a noite. RJ, 01/08/2010. Foto: Wilton Junior/AE

Apresentação da quadrilha Gonzagão. RJ, 01/08/2010. Foto: Wilton Junior/AE

Apresentação da quadrilha Gonzagão. RJ, 01/08/2010. Foto: Wilton Junior/AE

Fundada na década de 40, a feira passou por importantes mudanças em 2003, quando deixou o entorno do belo Pavilhão de São Cristóvão, na zona norte, e passou a ocupar o interior da construção. RJ, 01/08/2010. Foto: Wilton Junior/AE

Fundada na década de 40, a feira passou por importantes mudanças em 2003, quando deixou o entorno do belo Pavilhão de São Cristóvão, na zona norte, e passou a ocupar o interior da construção. RJ, 01/08/2010. Foto: Wilton Junior/AE

Cerca de 500 mil visitantes passam por mês na feira. RJ, 01/08/2010. Foto: Wilton Junior/AE

Cerca de 500 mil visitantes passam por mês na feira. RJ, 01/08/2010. Foto: Wilton Junior/AE

Zé da Bandeira, uma das figuras mais conhecidas do local, natural de Pernambuco e há 41 anos na feira. RJ, 01/08/2010. Foto: Wilton Junior/AE

Zé da Bandeira, uma das figuras mais conhecidas do local, natural de Pernambuco e há 41 anos na feira. RJ, 01/08/2010. Foto: Wilton Junior/AE

Apresentação da quadrilha Gonzagão. RJ, 01/08/2010. Foto: Wilton Junior/AE

Apresentação da quadrilha Gonzagão. RJ, 01/08/2010. Foto: Wilton Junior/AE

Gonzagão é homenageado na feira com estátua. RJ, 01/08/2010. Foto: Wilton Junior/AE

Gonzagão é homenageado na feira com estátua. RJ, 01/08/2010. Foto: Wilton Junior/AE

A mudança colocou a Feira de São Cristóvão definitivamente no roteiro cultural do Rio. 01/08/2010. Foto: Wilton Junior/AE

A mudança colocou a Feira de São Cristóvão definitivamente no roteiro cultural do Rio. 01/08/2010. Foto: Wilton Junior/AE

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: