Os ribeirinhos e o potássio

Última grande fronteira da exploração de potássio no mundo, a região entre os rios Madeira e Amazonas será reativada. A população ribeirinha das cidade de Autazes e Nova Olinda (cerca de 200 km de Manaus) espera ansiosamente o recomeço da exploração. Na década de 70 a Petrobrás explorava o minério na região. Vivendo basicamente da pesca para consumo próprio, a população da região acredita que a exploração do minério possa gerar emprego e renda. Leia a matéria.Texto: Nicola PamplonaFotos: Clayton de Souza

Estadão

04 de fevereiro de 2010 | 17h10

Criança em canoa no rio Madeirinha, afluente do Madeira, próximo a cidade de Autazes. AM, 05/11/2009. FOTO CLAYTON DE SOUZA/AE

Criança em canoa no rio Madeirinha, afluente do Madeira, próximo a cidade de Autazes. AM, 05/11/2009. FOTO CLAYTON DE SOUZA/AE

Balsa navega pelo rio Negro na cidade de Manaus; inicio da viagem para a região de Autazes. AM 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Balsa navega pelo rio Negro na cidade de Manaus; inicio da viagem para a região de Autazes. AM 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

CPT AUTAZES AM 05/11/2009 POTASSIO SILVINITA AMAZONIA ESPECIAL DOMINICAL Família em balsa no encontro dos Rios Negro e Solimões entre Manaus e Careiro da Varzea. A descoberta de uma grande jazida de Silvinita ( potássio ) na cidade de Autazes , que é muito pobre e está entre as mais baixas no IDH do estado , criou uma grande expectativa entre a população pela melhora na qualidade de vida. Uma grande jazida de Silvinita ( potássio ) foi descoberta no subsolo da amazônia a aproximadamente 200 km de Manaus. FOTO CLAYTON DE SOUZA/AE

Família navega em balsa, no encontro dos Rios Negro e Solimões, entre Manaus e Careiro da Várzea. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

CPT AUTAZES AM 05/11/2009 POTASSIO SILVINITA AMAZONIA ESPECIAL DOMINICAL Homem descansa na travessia de Balsa entre Manaus e Careiro da Varzea no Rio Solimões. A descoberta de uma grande jazida de Silvinita ( potássio ) na cidade Autazes , que é muito pobre e está entre as mais baixas no IDH do estado , criou uma grande expectativa entre a população pela melhora na qualidade de vida. Uma grande jazida de Silvinita ( potássio ) foi descoberta no subsolo da amazônia a aproximadamente 200 km de Manaus. FOTO CLAYTON DE SOUZA/AE

Travessia de balsa, no encontro dos Rios Negro e Solimões, entre Manaus e Careiro da Várzea. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Encontro dos Rios Negro e Solimões, entre Manaus e Careiro da Várzea. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Encontro dos Rios Negro e Solimões, entre Manaus e Careiro da Várzea. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Pescador no Rio Solimões próximo à cidade Careiro da Várzea.. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Pescador no Rio Solimões próximo à cidade Careiro da Várzea.. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Bar flutuante no Rio Madeirinha, afluente do Rio Madeira, próximo à cidade de Autazes. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Bar flutuante no Rio Madeirinha, afluente do Rio Madeira, próximo à cidade de Autazes. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Porto da cidade de Autazes. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Porto da cidade de Autazes. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Porto da cidade de Autazes. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Porto da cidade de Autazes. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Estabelecimento comercial na cidade de Autazes. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Estabelecimento comercial na cidade de Autazes. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Porto de Autazes. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Porto de Autazes. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Canoas no porto de Autazes. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Canoas no porto de Autazes. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

CPT1 AUTAZES AM 05/11/2009 POTASSIO SILVINITA AMAZONIA ESPECIAL DOMINICAL Na cidade de Autazes a familia de Dona Maria Nazaré da Silva Barbosa ( na foto com os filhos Camile e Henrique ) mora em um pequeno barco de carga sem banheiro e sobrevive de pequenos transportes de mercadorias. Eles acreditam que a exploração do minério possa melhorar a vida da família. Uma grande jazida de Silvinita ( potássio ) foi descoberta no subsolo da amazônia a aproximadamente 200 km de Manaus. FOTO: Clayton de Souza/AE

Maria Nazaré da Silva Barbosa dá banho no filho Henrique ao lado da filha Camila. Autazes, AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Barqueiro Raymar Jonas Vinhote no Rio Madeirinha na cidade de Autazes. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Barqueiro Raymar Jonas Vinhote no Rio Madeirinha na cidade de Autazes. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Fim de tarde no porto da cidade de Autazes. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Fim de tarde no porto da cidade de Autazes. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Criança em lancha entre as cidade de Nova Olinda do Norte e Autazes. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Criança em lancha entre as cidade de Nova Olinda do Norte e Autazes. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Escola em assentamento rural do INCRA, em Nova Olinda do Norte. Local do assentadas é um antigo campo de exploração de petróleo e tem uma grande reserva de Silvinita. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Escola em assentamento rural do INCRA, em Nova Olinda do Norte. Local do assentadas é um antigo campo de exploração de petróleo e tem uma grande reserva de Silvinita. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Alunos na escola em assentamento rural do INCRA, em Nova Olinda do Norte. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Alunos na escola em assentamento rural do INCRA, em Nova Olinda do Norte. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Poço de petróleo abandonado na década de 70 pela Petrobrás, situado na zona rural da cidade de Nova Olinda do Norte. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Poço de petróleo abandonado na década de 70 pela Petrobrás, situado na zona rural da cidade de Nova Olinda do Norte. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Prédio abandonado pela Petrobrás na década de 70, na cidade de Nova Olinda do Norte. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Prédio abandonado pela Petrobrás na década de 70, na cidade de Nova Olinda do Norte. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Entardecer no porto de Autazes. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Entardecer no porto de Autazes. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Porto na cidade de Nova Olinda do Norte, no Rio Madeira. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Porto na cidade de Nova Olinda do Norte, no Rio Madeira. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Crianças mergulham no Rio Madeira. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Crianças mergulham no Rio Madeira. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Movimento no porto da cidade Nova Olinda do Norte. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Movimento no porto da cidade Nova Olinda do Norte. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Nova Olinda do Norte. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Nova Olinda do Norte. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Rio Madeira, próximo à cidade de Nova Olinda do Norte. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Rio Madeira, próximo à cidade de Nova Olinda do Norte. AM, 05/11/2009. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: