Vulcão Mayon

Após três anos "adormecido" o vulcão Mayon situado ao norte da cidade de Legazpi nas Filipinas, volta a entrar em erupção. O vulcão continua expelindo cinza e lava. Durante as explosões fragmentos são lançados a uma distancia de três quilômetros. 45 mil pessoas já saíram das localidades próximas ao vulcão. A população em um raio de 20 quilômetros sofrem as consequências, embora até o momento não haja registro de vitimas fatais. Um rio de lava incandescente desce pela montanha em um espetáculo que causa apreensão, mas por outro lado, fascina pela beleza.

Estadão

16 de dezembro de 2009 | 17h19

Lavrador trabalha em área rural de Legazpi, com o vulcão Mayon ao fundo. Filipinas, 16/12/2009. Foto: Dennis M. Sabangan/Efe

Lavrador trabalha em área rural de Legazpi, com o vulcão Mayon ao fundo. Filipinas, 16/12/2009. Foto: Dennis M. Sabangan/Efe

Vulcão Mayon é um dos mais ativos no país. Filipinas 15/12/2009. Foto: Nelson Salting/AP

Vulcão Mayon é um dos mais ativos no país. Filipinas 15/12/2009. Foto: Nelson Salting/AP

População foi obrigada a deixar a região próxima ao vulcão. Foto: Dennis M. Sabangan/Efe

População foi obrigada a deixar a região próxima ao vulcão. Foto: Dennis M. Sabangan/Efe

Coluna de fumaça cinza é expelida.Filipinas, 16/12/2009. Foto: Dennis M. Sabangan/Efe

Coluna de fumaça cinza é expelida. Filipinas, 16/12/2009. Foto: Dennis M. Sabangan/Efe

População espera por transporte para deixar a região afetada. Filipinas, 16/12/2009. Foto: Erik de Castro/Reuters

Crianças esperam por transporte para deixar a região afetada. Filipinas, 16/12/2009. Foto: Erik de Castro/Reuters

Mayon voltou a ficar ativo após três anos. Filipinas, 16/12/2009. Foto: Erik de Castro/Reuters

Mayon voltou a ficar ativo após três anos. Filipinas, 16/12/2009. Foto: Erik de Castro/Reuters

Famílias são deslocadas para áreas seguras. Filipinas, 15/12/2009. Foto: Dennis M. Sabangan/Efe

Famílias são deslocadas para áreas seguras. Filipinas, 15/12/2009. Foto: Dennis M. Sabangan/Efe

Um bebê dorme em abrigo improvisado. Filipinas, 16/12/2009. Foto: Erik de Castro/Reuters

Um bebê dorme em abrigo improvisado. Filipinas, 16/12/2009. Foto: Erik de Castro/Reuters

Famílias foram realocadas para áreas seguras. Filipinas, 16/12/2009. Foto: Dennis M. Sabangan/Efe

Famílias foram realocadas para áreas seguras. Filipinas, 16/12/2009. Foto: Dennis M. Sabangan/Efe

Duas crianças dormem em cadeiras escolares. Filipinas, 16/12/2009. Foto: Erik de Castro/Reuters

Duas crianças dormem em cadeiras escolares. Filipinas, 16/12/2009. Foto: Erik de Castro/Reuters

Casal residente em Legazpi observa vulcão Mayon. Filipinas, 15/12/2009. Foto: Erik de Castro/Reuters

Jovens residentes em Legazpi observam vulcão Mayon. Filipinas, 15/12/2009. Foto: Erik de Castro/Reuters

Vulcão Mayon visto durante a noite. Filipinas, 16/12/2009. Foto: Dennis M. Sabangan/Efe

Vulcão Mayon visto durante a noite. Filipinas, 16/12/2009. Foto: Dennis M. Sabangan/Efe

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.