10 vezes em que Trump disse respeitar as mulheres após ter feito comentários ofensivos
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

10 vezes em que Trump disse respeitar as mulheres após ter feito comentários ofensivos

Desde que se candidatou à presidência americana, republicano fala sobre o respeito que tem pelo público feminino como forma de retratação

Redação Internacional

08 de março de 2017 | 16h02

WASHINGTON – Quando o presidente dos EUA, Donald Trump, homenageou o público feminino em sua conta no Twitter nesta quarta-feira, 8, pelo Dia Internacional da Mulher, ele o fez bem ao seu estilo já conhecido por aqueles que o acompanham na rede social: garantindo que tem “um tremendo respeito” por todas e o papel que elas desempenham é “vital para o tecido da nossa sociedade e da nossa economia”.

Se isso parece, de alguma forma, ofensivo, é porque o mandatário foi forçado a pronunciar esse tipo de palavras antes, e por várias vezes.

Trump discursa após prestar juramento como presidente dos EUA - Foto: NYT

Trump discursa após prestar juramento como presidente dos EUA – Foto: NYT

Desde que iniciou sua campanha presidencial em 2016, Trump falou 21 vezes sobre o respeito que tem pelas mulheres. Frequentemente ele faz as afirmações depois de uma situação polêmica com relação a algo que fez ou disse.

Veja abaixo 10 vezes em que Trump reiterou seu apoio às mulheres.

Dia 9 de outubro de 2016, após a divulgação de um vídeo no qual faz comentários ofensivos sobre as mulheres:

“Tenho um grande respeito pelas mulheres. Ninguém tem mais respeito por elas do que eu. Falei coisas que, francamente, vocês ouviram o que eu disse. E estou envergonhado disso. Mas tenho um tremendo respeito pelas mulheres. E elas me respeitam.”

Dia 19 de outubro, depois que sua então rival nas eleições, a democrata Hillary Clinton, criticou em um debate a forma como o magnata trata as mulheres:

“Ninguém tem mais respeito pelas mulheres do que eu. Ninguém.”

Depois de dizer à apresentadora da Fox News Megyn Kelly que havia “sangue saindo de todos os lugares” dela:

“Eu amo as mulheres. Quero ajudá-las. Farei coisas por elas que nenhum outro candidato conseguirá fazer.”

Outubro de 2015, após uma jovem sugerir que ele não era “amigo das mulheres”:

“Eu respeito incrivelmente as mulheres. Já tive mulheres trabalhando para mim em cargos que elas nunca haviam ocupado (…). Dou a elas mais oportunidade do que praticamente qualquer um na indústria de construção (…). Tenho uma filha chamada Ivanka e uma mulher chamada Melania que constantemente querem conversar comigo sobre problemas de saúde femininos, porque elas sabem como me sinto e sabem como me sinto em relação às mulheres.”

Depois que uma reportagem do jornal The New York Times relatou casos de mulheres que denunciaram assédio por parte de Trump:

“Fiquei tão furioso com essa história, porque não há ninguém que respeite mais as mulheres do que eu (…). E eu as trato com respeito.”

Ao criticar o tratamento que algumas mulheres recebem em países de maioria muçulmana, após o ataque a uma casa noturna em Orlando voltada para o público LGBT, em junho de 2016:

“Sabemos que eles acreditam em certas coisas que não queremos acreditar. Sabem, eu disse outro dia, e disse firmemente: Tenho um grande respeito pelas mulheres (…). Se vocês olharem o que Hillary Clinton fez às mulheres, número um, a certos países, a fundação dela pegou milhões, dezenas de milhões de dólares de países que querem escravizar as mulheres.”

Janeiro de 2016 em uma participação no programa “Fox News Sunday”:

“Tenho mais respeito pelas mulheres do que Hillary Clinton (…). Cuidarei deste país muito melhor do que ela.”

Dezembro de 2015, em um comício na Carolina do Sul:

“[Hillary] disse que este homem tem demonstrado uma inclinação ao sexismo. Ninguém respeita mais as mulheres do que Donald Trump.”

Outubro de 2015, em uma participação no programa “This Week”, da emissora ABC, ao descrever como seria bom ter Melania e Ivanka na Casa Branca:

“As duas me querem. Elas dizem ‘papai, você tem tanto respeito pelas mulheres’, e ‘você ama as mulheres’. ‘Você respeita tanto as mulheres que deveria falar mais sobre isso, pois ninguém se importa mais com elas do que você’.”

Agosto de 2015, em uma participação no programa “Meet the Press”:

“Tenho tanto respeito pelas mulheres, e vou ajudá-las em termos de problemas de saúde pois é muito importante fazê-lo. Tenho milhares de mulheres trabalhando para mim. Tenho mulheres ocupando altos cargos. Fui um dos primeiros a colocar mulheres como encarregadas de grandes trabalhos de construção. E vocês sabem, tenho um ótimo relacionamento com as mulheres.” /THE WASHINGTON POST

Tudo o que sabemos sobre:

Estados UnidosDonald TrumpHillarymulher