As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A investigação da morte de Yasser Arafat

Redação Internacional

07 de novembro de 2013 | 12h42

LAUSANNE –  Peritos suíços confirmaram nesta quinta-feira, 7, que a investigação que fizeram sobre a morte do líder palestino Yasser Arafat “apoia moderadamente” a tese de que ele teria seria envenenado com Polonio em 2004.

arafat_reuters.jpg

Foi constatada a presença do elemento radioativo em seu corpo 20 vezes superior à taxas consideradas como “normais”. Mas os peritos alertaram para “sérias limitações” na pesquisa.

Veja imagens do relatório:

[galeria id=8301]