A velha e a nova direita chilena
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A velha e a nova direita chilena

Ricardo Galhardo

17 de janeiro de 2010 | 13h31

Favorita na eleição de hoje, a direita chilena procurou se afastar de setores “duros” para atrair os votos do centro. Mas entre seus simpatizantes, ainda há muita gente que defende a ditadura do general Augusto Pinochet (1973 – 1990) – que deixou 3 mil mortos no país . Abaixo, o museu da Fundação Presidente Augusto Pinochet (http://www.fundacionpinochet.cl/800_600.html), criada por amigos do general para promover a sua versão da História e tocar alguns projetos na área de educação. A foto é da sala que Pinochet ocupava. E na vitrine, uma coleção de soldados e tanques em miniatura do general. Para os pinochetistas, o ditador evitou que o Chile virasse uma Cuba com o governo de Salvador Allente.

pinochet4P1010650

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.