Acompanhe a viagem do ‘Estado’ pelo Haiti
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Acompanhe a viagem do ‘Estado’ pelo Haiti

Siga, via WhatsApp, Facebook e Instagram, nossa jornada no Haiti para mostrar a desmobilização das tropas brasileiras no país

Redação Internacional

24 Agosto 2017 | 15h17

Depois de 13 anos, o Brasil encerrará sua participação na Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah). A editora Luciana Garbin e o repórter fotográfico Hélvio Romero, do Estado, vão até Porto Príncipe acompanhar de perto.

Quer saber tudo o que vai rolar por lá via WhatsApp? É só adicionar o número (11) 99270-8582 aos seus contatos e nos mandar uma mensagem de ‘oi’ para receber, em primeira mão, curiosidades e relatos da viagem.

Soldados brasileiros embarcam em junho para última missão do país na Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah) (Foto: REUTERS/Paulo Whitaker)

Soldados brasileiros embarcam em junho para última missão do país na Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah) (Foto: REUTERS/Paulo Whitaker)

Você vai poder acompanhar de perto as últimas missões de patrulhamento dos oficiais brasileiros e de outros países e ver como está o país hoje, sete anos após o terremoto que destruiu Porto Príncipe e matou milhares de pessoas. Também vai conhecer como funciona uma missão de paz, dar uma volta pelos locais monitorados pela operação e ter detalhes da cerimônia que marcará o fim das atividades operacionais, na quinta-feira, 31 de agosto.

Depois disso, a Polícia Nacional do Haiti assumirá o controle do país e as tropas da ONU, chefiadas desde o início pelo Brasil, intensificarão o processo de desmobilização: entre os dias 10 e 17 de setembro, o último contingente retornará ao País e, em 15 de outubro, a base usada pelos brasileiros será oficialmente entregue à ONU.

Outras ações: nossa equipe também vai fazer coberturas pelo Facebook e Instagram, além de um diário neste blog, o Radar Global. Na edição impressa do jornal, os leitores terão, além da cobertura do fim das atividades, reportagens especiais sobre o país. Galerias de imagens e vídeos em 360º complementarão a cobertura na web.

E você? Já esteve no Haiti? Mande sua imagem para nós com a hashtag #estadaonohaiti.

Mais conteúdo sobre:

Haiti [América Central]Estadão