As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ameaça pelo Twitter

João Coscelli

19 de abril de 2011 | 21h22

O Twitter já causou dor de cabeça para muitas pessoas que postam mensagens preconceituosas ou polêmicas. Mas um caso recente ocorrido na Coreia do Sul foge de tudo o que já foi reportado até agora a respeito de posts inapropriados na rede de microblogs.

Segundo a agência de notícias sul-coreana Yonhap, um homem foi condenado no país por “retuitar” (reproduzir e disseminar, na linguagem da rede) mensagens de uma conta de um site pró-Coreia do Norte no Twitter. A prática teria se configurado na primeira violação da Lei de Segurança Nacional envolvendo a reprodução de mensagens nos microblogs.

O homem, de 55 anos e identificado somente como Cho, foi condenado a dois anos de prisão. A divulgação das mensagens do site Uriminzokkiri, mantido pelo governo norte-coreano, ocorreu de agosto a dezembro do ano passado.

O caso escancara a sensibilidade do impasse na Península Coreana, apesar da fama de lado mais tolerável do conflito que a Coreia do Sul leva.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.