Americano sobrevive após lutar com urso em parque da Califórnia
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Americano sobrevive após lutar com urso em parque da Califórnia

Larry Yepez, veterano da Guerra do Vietnã, disse que foi atacado pelo animal às 4h da manhã, quando voltava para casa; luta corporal e seu cachorro foram essenciais para ele escapar do urso

Redação Internacional

18 de agosto de 2015 | 15h35

MIDPINES, EUA – O americano Larry Yepez, de 66 anos, veterano na Guerra do Vietnã, voltava para sua casa na semana passada, em Midpines, uma pequena vila montanhosa no Condado de Mariposa, Califórnia, quando percebeu que um “visitante” inesperado estava na sua porta: um urso-negro de quase 100 quilos.

Segundo o veterano, ele estava saindo do banheiro – que não é conectado com sua casa –  por volta das horas para voltar para a residência. Poucos segundos depois de notar a presença de Yepez, o urso o atacou, cortando o rosto e o abdome do veterano com suas garras.

Larry Yepez mostra os ferimentos que foram causados por um urso-negrou que o atacou durante a madrugada

Larry Yepez mostra os ferimentos que foram causados por um urso-negrou que o atacou durante a madrugada (Foto: Wayne Yepez/WPOST)

“Pude sentir o sangue saindo de mim”, disse Yepez ao jornal Washington Post. “Foi quando decidi: vou ter que lutar (contra o urso).” Apesar de não haver testemunhas do confronto, as cicatrizes deixadas pelo urso dão pouca margem para dúvidas da história.

“Não sou uma pessoa que odeia ursos e acredito que, aqui no alto da montanha, nós vivemos no habitat deles”, disse o americano. “No entanto, se fosse uma criança que tivesse sido atacada, ela certamente estaria morta.”

O veterano de guerra disse que utilizou um vaso de plástico que encontrou pela frente para deferir os primeiros golpes no urso, mas que em razão da ferocidade do bicho, o vaso ficou completamente destruído. Depois, o urso o derrubou Yepez, que disse ter contado com a ajuda de seu cachorro, um Yorkshire terrier, para ganhar tempo e fugir do animal feroz.

“(Depois que o cachorro o mordeu) o urso virou para trás e atacou o Yorkshire”, explicou. “Foi isso que me deu a oportunidade de correr para dentro de casa e trancar a porta.” Yepez disse que esperou por alguns minutos antes de conseguiu sair de casa, pegar seu carro e dirigir até o hospital mais próximo para tratar os ferimentos.

Yepez é um ex-marine que foi condecorado com a medalha Coração Púrpura depois de ser baleado duas vezes e ser feridos por estilhaços durante a guerra do Vietnã, segundo o jornal californiano Fresno Bee. Depois da guerra, ele passou a trabalhar no serviço florestal, na maior parte do tempo como um bombeiro florestal – serviço que exerceu por mais de 20 anos. Ele se aposentou em 2002. / WASHINGTON POST

Tudo o que sabemos sobre:

Califórniaurso-negro