As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

AO VIVO: Atirador mata um e é morto pela polícia em Nova York; prefeito Michael Bloomberg fez pronunciamento no local

Redação Internacional

24 de agosto de 2012 | 12h55

NOVA YORK – Um atirador matou uma pessoa e foi morto pela polícia nas proximidades do Empire State Building, em Nova York, nesta sexta-feira, 24. O homem, identificado como Jeffrey Johnson, de 53 anos, abriu fogo contra pedestres durante a manhã. Ainda não há informaçõe sobre a motivação do crime, mas policiais descartam a possibilidade de um ataque ligado a organizações terroristas. Acompanhe as informações abaixo.

18h07 – A polícia de Nova York disse, horas após o tiroteio diante do Empire State, que disparos de policiais podem ter ferido pedestres durante o incidente, que ocorreu pouco depois de 9h locais (10h em Brasília). O comissário da polícia de Nova York, Ray Kelly, disse mais cedo que o atirador teria disparado contra policiais, mas a informação, segundo o Guardian, teria sido desmentida por “autoridades policiais”. Durante o tiroteio houve pânico e correria no local, e outras pessoas teriam se ferido tentando fugir. Entre os feridos estão 7 homens e 2 mulheres, todos adultos jovens, segundo Kelly. Eles não correm perigo de morrer.

14h41 – Um palestino matou uma pessoa e feriu outras seis no emblemático edifício Empire State, em Nova York, em 1997. Leia a notícia no Acervo.

1997acervo.JPG

14h28 – A colunista do Estado Lúcia Guimarães, que está em Nova York, comentou o incidente na TV Estadão. Assista abaixo:

 

14h18 – De acordo com o jornal britânico The Guardian, o atirador não disparou contra policiais, contrariando informações do comissário da NYPD, Ray Kelly. O Guardian cita o jornal americano The New York Times, segundo quem “autoridades policiais” disseram que Johnson não atirou contra agentes.

14h10 – Imagens divulgadas há pouco por agências de notícias mostram o corpo da vítima do atirador sendo removido do local do incidente, diante do Empire State Building, em Nova York. Duas pessoas foram mortas (incluindo o atirador, Jeffrey Johnson) e nove ficaram feridas, segundo autoridades.

2012_08_24T170432Z_01_KDB107_RTRMDNP_3_USA_SHOOTING_EMPIRESTATE.JPG

13h32 – O atirador foi identificado mais cedo como Jeffery Johnson, de 53 anos. Segundo a polícia, Johnson disparou e matou um antigo colega de trabalho (ou chefe, ainda não está confirmado), de 41 anos. Eles trabalhavam na Hazan Imports, de onde Johnson havia sido demitido um ano atrás. Outras nove pessoas ficaram feridas no tiroteio com a polícia, mas não correm risco de morrer, segundo autoridades.

13h21 – A área do tiroteio foi cercada pela polícia, que começou as investigações. Na foto abaixo, agentes da NYPD aparecem no local ao lado do corpo da vítima do atirador, na 5ª Avenida.

2012_08_24T161843Z_01_LJJ010_RTRMDNP_3_USA_SHOOTING_EMPIRESTATE.JPG

13h11 – ‘Não estamos imunes ao problema nacional das armas’, diz prefeito de NY. Leia outras declarações de Bloomberg e do comissário de polícia de Nova York, Ray Kelly, aqui.

12h38 – O incidente em Nova York repercutiu entre internautas brasileiros. Leia algumas das opiniões escritas nas redes sociais.

12h34 – Bloomberg e Kelly encerram o pronunciamento. Na foto abaixo, Bloomberg durante a conversa com os jornalistas, no local do incidente.

e1c6164349164422bd92bbbcd20f9c3e_e1c6164349164422bd92bbbcd20f9c3e_0.jpg

12h33 – A colunista do Estado Lúcia Guimarães, que está em Nova York, informa que Johnson, o atirador, havia sido demitido há um ano da Hazan Import. O escritóio da empresa fica próximo ao Empire State. Ele era designer de acessórios femininos, segundo Lúcia.

12h31 – De acordo com Kelly, um trabalhador da construção seguiu o atirador e alertou a polícia. O comissário afirmou ainda que houve troca de tiros com policiais.

12h30 – Segundo a CNN, Bloomberg disse que a polícia não tem muitas informações sobre o atirador. A identidade do atirador, segundo o comissário de polícia Ray Kelly, foi confirmada como Jeffrey Johnson. Ele trabalharia em uma empresa local chamada Hazan Imports, mas a empresa não estaria no Empire State Building.

[galeria id=4146]

12h29 – O comissário de polícia explica que o atirador tentou matar oficiais do NYPD quando foi abordado por eles.

12h28 – Kelly disse que a polícia acredita que havia apenas uma arma em posse do atirador. Mas ele afirma que “não queremos especular”. “Sabemos que uma pessoa está morta e que o atirador está morto”.

12h27 – Segundo o comissário, o homem que morreu tinha 53 anos e o atirador, 41. Não há crianças entre as vítimas, segundo Kelly.

12h26 – “Este é o começo de uma investigação”, diz Bloomberg, que retomou a fala.

12h26 – O comissário de polícia disse que o atirador disparou contra uma das pessoas a sangue frio.

12h25 – Segundo Kelly, os feridos não correm risco de morrer.

12h24 – Ray Kelly, comissário de polícia de Nova York, dá detalhes sobre o incidente.

12h23 – Bloomberg: “Não estamos imunes ao problema nacional das armas”

12h23 – “É uma tragédia terrível”, diz o prefeito de Nova York

12h22 – Bloomberg começa seu pronunciamento em Nova York no local do tiroteio. As declarações do prefeito de Nova York são transmitidas ao vivo pelo perfil dele no YouTube.

12h21 – O incidente em Nova York repercutiu entre internautas brasileiros. Leia algumas das opiniões escritas nas redes sociais.

11h47 – Um vídeo publicado no YouTube mostra o atendimento de feridos no Empire State Building.

11h43 – A polícia isolou a área em que um atirador matou uma pessoa antes de ser morta pela polícia. Veja imagens do local feitas por redes de TV americanas.

11h08 – Um porta-voz dos bombeiros disse que recebeu uma ligação sobre o tiroteio logo após 9h (horário de NY) e que unidades de emergência chegaram ao local em poucos minutos. O tiroteio ocorreu ao lado do famoso arranha-céu, uma das principais atrações turísticas da cidade.

10h58 – O correspondente do Estado em Nova York, Gustavo Chacra, informou pelo Twitter que oito pessoas teriam sido alvo de um atirador no Empire State Building. Segundo Chacra, o atirador foi morto pela polícia.

Tendências: