As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

MINUTO A MINUTO: O 1º debate entre Obama e Romney, nos EUA

Redação Internacional

03 de outubro de 2012 | 19h57

DENVER, COLORADO – Os candidatos à presidência dos Estados Unidos, o republicano Mitt Romney e o democrata Barack Obama, se enfrentaram nesta quarta-feira, 3, no primeiro debate presidencial realizado nesta edição das eleições americanas, marcadas para 6 de novembro. Como era esperado, eles se concentraram em questões de política interna, como saúde, recuperação da economia e emprego.

A transmissão é resultado de parceria entre o estadão.com.br, o YouTube e a rede de TV americana CNN. A enviada especial do Estado a Denver, Denise Chrispim Marin, acompanhou o embate no local. De Nova York, a colunista Lúcia Guimarães e o correspondente Gustavo Chacra enviaram comentários e análises durante o duelo (leia logo depois do vídeo).

 

 

23h38 – A cobertura do primeiro debate está concluída. Continue acompanhando as notícias sobre o duelo e as eleições norte-americanas no portal estadão.com.br. Caso queira assistir novamente, o vídeo do debate está disponível na íntegra acima (o embate de fato começa no minuto 24). Na próxima quinta-feira, 11/10, acompanhe pelo Radar Global o debate entre os vices de Obama, Joe Biden, e de Romney, Paul Ryan. Obrigado pela sua audiência.

23h39 – Assista à análise da colunista do Estado em Nova York Lúcia Guimarães na TV Estadão: “Muitos se perguntam porque Obama não foi mais agressivo com os pontos vulneráveis do adversário que teve quatro semanas de declínio”, afirma.

 

23h27Lúcia Guimarães: Na conclusão, Obama foi dispersivo e pouco passional. Romney concluiu em tom maior, dizendo que se elegerem Obama, classe média vai sofrer (e prometendo criar 12 milhões de empregos, aumentar seguro saúde). “Não é verdade”, comenta a colunista.

23h34 – Lúcia Guimarães: Obama disse que Romney não tem coragem de dizer não aos republicanos. Por que esperou tanto?

23h33 – Veja imagens do debate:

[galeria id=4583]

Chacra: Romney não foi mal no fim, mas tampouco teve um momento Reagan contra Carter.

23h33 – Os candidatos se cumprimentam e são recebidos por suas respectivas famílias. O debate é encerrado.

23h32 – Romney promete que se eleito irá criar mais empregos, não continuará com o Obamacare.

23h31 – Obama: “quatro anos atrás eu disse que não era um homem perfeito e que não seria um presidente perfeito. Mas promeit lutar pelos americanos, foi o que eu fiz e se vocês votarem em mim mais uma vez, prometo continuar lutando por isso.”

23h29 – Candidatos fazem suas considerações finais. Nos últimos minutos do debate, Obama menciona a morte de Bin Laden, um de seus trunfos na política externa.

23h28 – Lúcia Guimarães: Romney vai bem mas debate pode mudar direção da campanha? Parece que não. Nate Silver do New York Times fez projeção sobre as chances de mudança.

23h27 – Obama afirma: “essa tem sido a minha filosofia, adotei ideias de republicanos e democratas.”

23h26 – “Temos que trabalhar em conjunto” diz Romney sobre democratas e republicanos.

23h25 – Obama e Romney serão confrontados mais duas vezes. No dia 16 (terça-feira), falarão sobre questões domésticas e política externa em Hempstead, Nova York. Na semana seguinte, na segunda, 22, eles discutem apenas política externa em Boca Raton, Flórida.

23h23 – Romney e Obama debatem sobre o investimento em educação. Romney volta a citar o alto investimento da atual gestão em energia limpa e afirma que com o mesmo valor seria possível contratar diversos professores.

23h20 – Na próxima quinta-feira o vice de Romney (Paul Ryan) e de Obama (Joe Biden) vão se enfrentar em um debate, em que discutirão questões de política doméstica e política externa. O debate será em Danville, Kentucky.

23h18 – Lúcia Guimarães: Romney não respeita moderação de Lehrer. Defensivo, Obama não consegue perturbar Romney.

23h17 – Romney afirma que a função do governo federal é proteger e promover os direitos garantidos pela Constituição dos EUA. “Acreditamos nos americanos perseguindo seus sonhos e não no Estado os realizando.”

23h16 – Após ser questionado pelo moderador, Obama afirma que há diferenças na maneira como ele  e Romney veem a função do governo federal. O presidente diz que o povo americano tem a capacidade de crescer a partir de uma ideia, mas que “há coisas que fazemos melhor juntos”, o governo federal e a população.

23h11 – Campanha de Obama publica no Twitter os “benefícios do Obamacare“.

23h10 – Chacra: Romney defende o livre mercado, a competição. Obama vê uma maior importância do Estado na economia.

23h09 – Romney volta a insistir que a iniciativa privada se sai melhor do que a pública para cuidar dos planos de saúde.

23h08 – Chacra: Obama afirma que o seu plano de reforma do sistema de saúde é idêntico ao de Romney em Massachusetts. Romney responde: “Em Massachusetts, a reforma foi bipartidária, não como o seu. E Assembleia era 87% democrata”.

23h07 – Lúcia Guimarães: Obama se recupera na defesa de seu plano saúde.

23h04 – “Como pode Romney defender o plano de Massachusetts e atacar Obamacare?”, questiona a colunista Lúcia Guimarães.

23h02 – O debate entre Obama e Romney deve terminar 23h30 (horário de Brasília).

23h01 – Obama afirma que o Obamacare funcionou muito bem em Massachussetts.

Chacra: Obama afirma que o seu plano de reforma do sistema de saúde é idêntico ao de Romney em Massachusetts.

22h59 – Romney volta a insistir que sua prioridade é a criação de empregos e não o investimento em planos de saúde.

22h58 – Romney critica o Obamacare dizendo que ele é caro, logo, não ajudará as famílias americanas.

22h57 – Chacra: Na primeira metade do debate, Romney claramente foi o vencedor. Obama começa a melhorar agora no final.

22h56 – Romney afirma que há muita regulamentação nos EUA atualmente e cita pequenos bancos. Obama rebate: “se vocês (americanos) acham que nosso maior problema é ter muita regulamentação em Wall Street, Romney é o seu candidato.”

22h54 – Lúcia Guimarães: Obama usa a própria avó para falar de asisstência pública, tenta destacar empatia em contraste com Romney. O republicano, por sua vez, tenta tranqulizar a avó dos outros quanto aos cortes de assistência pública.

22h53 – Lúcia Guimarães: Romney mostra que é muito melhor no debate do que em discursos de campanha ou no corpo a corpo de comícios.

22h50 – Romney enaltece os planos de saúde particulares: “acredito na competição”. Obama rebate dizendo que os planos de saúde do Estado costumam ser melhores do que os particulares: “é por isso que geralmente os aposentados estão felizes com ele.”

22h48 – “O que eu apoio é: nenhuma mudança para os aposentados no que diz respeito ao plano de saúde”, diz Romney, ao ser questionado pelo moderador, o experiente Jim Lehrer, que já atuou em 12 debates.

22h44 – Romney afirma que nem o presidente nem ele mesmo propõem mudanças para os aposentados no que se refere ao programa de saúde, mas que as diferenças de propostas vão impactar os jovens americanos.

22h43 – Lúcia Guimarães: Romney mostra que decorou os “frases de efeito”. Fala ( e mente) em slogans. Obama não parece motivado, está com ar de fastio professoral.

22h42 – Obama fala do seu programa de saúde.

0d86a7043eb04951bc4368fb32494c61_0d86a7043eb04951bc4368fb32494c61_0.jpg

22h40 – Lúcia Guimarães: Mitt Romney batendo bem. Ele diz que Obama desperdiçou US$ 90 bilhões em energias alternativas. Fala rápido e se coloca como superior ao presidente.

22h38 – Romney critica o grande investimento da gestão Obama em energia limpa.

22h37 – Chacra: Obama partiu para o ataque, mas recebe um duro contra-ataque de Romney. O republicano tem a vantagem de ser franco tirador. Facilita.

22h36 – Lúcia Guimarães: Obama: “Fui saudado por um déficit de 1 trilhão, duas guerras pagas com cartão de crédito”. Romney olha para o democrata com um sorriso sarcástico.

22h35 – Lúcia Guimarães: Romney diz: “Vou cortar o subsídio para a PBS, a sua rede”. A TV apresenta o debate esta noite.

22h34 – “Quando a economia vai devagar, em uma recessão, é preciso aumentar os impostos sobre todos e estamos em um momento de recessão”, diz Romney.

22h32 – Obama e Romney discutem sobre a redução do déficit dos EUA.

Lúcia Guimarães: Romney, bom de ataque, parece ter desistido de ser querido.

22h30 – Lúcia Guimarães: Obama olha para a câmera e diz: “Se vocês acreditam que se pode cortar 5 trilhões e aumentar o orçamento militar sem pagar a conta, votem nele (em Romney)”.

22h29 – Romney: “O presidente diz que cortou o déficit pela metade, infelizmente ele o duplicou.”

22h28 – A pergunta do moderador Jim Lehrer agora é sobre redução do déficit. “É um assunto crítico e moral”, afirma Romney.

22h27 – Chacra: Obama associa plano econômico de Romney ao dos anos de Bush. “A estratégia é boa, o ex-presidente continua impopular”, comenta o jornalista.

22h26 – Lúcia Guimarães: Obama diz que, pelo plano de Romney, até Donald Trump é pequeno empresário. Romney apela para o pequeno empresário. Obama acusa Romney de mudar de ideia em cima da eleição. “É aritmética”, diz.

22h25 – Chacra: Romney cita uma série de números. Ele treinou muito para o debate com o senador de Ohio, Rob Portman. Obama teve menos tempo.

22h24 – Obama contesta a posição de Romney dizendo, mais uma vez, que uma classe média com mais “dinheiro no bolso” ajuda no crescimento econômico do país.

22h23 – Romney cita que não quer sacrificar empregos pela política de redução de impostos. “Minha prioridade são empregos”, afirma.

22h21Lúcia Guimarães: Romney repete que não vai reduzir impostos de ricos. Obama diz que o plano de Romney sobrecarrega a classe m?dia.

22h20 – Os dois candidatos citam a importância dos pequenos negócios para o crescimento econômico dos EUA.

22h19 – “Para mim essa é uma questão de empregos, de dar empregos aos americanos”, diz Romney sobre sua política.

22h17 – Obama olha para baixo enquanto o opositor republicano fala. Romney dá risadas enquanto o democrata se posiciona.

22h15 – “Quando eu assumi, há quatro anos, eu disse que diminuiria os impostos para a classe média e foi o que fiz”, diz Obama sobre sua política de corte de impostos, contestada anteriormente por Romney.

22h13 – O debate de hoje é o primeiro entre Romney e Obama. Haverá outros dois, nas próximas semanas. Na quinta que vem, os vices das chapas, Joe Biden (democrata) e Paul Ryan (republicano), farão o único debate entre vices.

22h11 – Obama lembra que hoje é o aniversário de casamento dele com a primeira-dama Michelle. Romney o parabeniza e diz que este é o lugar mais romântico para eles comemorarem a data. “Há 20 anos casei com a Michelle, tenha um doce e feliz aniversário”, disse o presidente.

22h10Chacra: Obama é um grande orador, mas não nunca foi elogiado como debatedor. Romney se saiu bem nos debates das primárias republicanas.

22h09 – Mitt Romney fala das suas propostas, como investir na educação.

22h08 – Chacra: Romney cita cinco pontos e defende melhores relações com a América Latina. Tradicionalmente os republicanos são melhores para o continente.

22h08 – Candidatos terão 6 segmentos de 15 minutos cada para debater políticas. As réplicas serão de um minuto.

22h07 – “A América vai bem quando a classe média está bem”, concluiu o presidente dos EUA.

22h05 – Obama inicia falando da crise econômica dos EUA e enfatiza que o país começou a se reerguer.

22h04 – O presidente Barack Obama e o candidato Mitt Romney são anunciados pelo moderador Jim Lehrer.

22h03 – Veja imagens do debate:

[galeria id=4583]

22h – Começa o primeiro debate presidencial desta eleição nos EUA.

21h55 – Jim Messina, chefe de campanha de Obama, é visto no carro da comitiva do democrata usando o celular. O debate começa dentro de pouco menos de 5 minutos.

9b645315114d485e9014f1ea35b005bf_9b645315114d485e9014f1ea35b005bf_0.jpg

21h51 – O correspondente em Nova York, Gustavo Chacra, lembra que a esposa de Mitt Romney, Ann, conseguiu superar esclerose múltipla e câncer de mama. “Ela está em remissão (da esclerose múltipla) há dez anos, sem nenhuma sequela”. Faltam menos de dez minutos para o início do duelo entre Romney e Obama.

21h48 – Faltando poucos minutos para o início do debate, Ann Romney e Michelle Obama são vistas na primeira fileira da platéia, e aplaudidas.

21h34Lúcia Guimarães: Obama passou por Aurora há dez minutos, a caminho do local do debate.

21h27Cenas de Denver: Pessoas tiram fotos ao lado de bonecos de Obama e Romney na Universidade de Denver, palco do debate desta noite. Na faixa, a inscrição: “Eleição, não leilão”.

df6db516a4ea436db17352937a5090ee_df6db516a4ea436db17352937a5090ee_0.jpg

21h22 – Faltam pouco mais de 30 minutos para o início do debate entre Romney e Obama. Acompanhe por aqui com análises e comentários da nossa equipe nos Estados Unidos: Denise Chrispim Marin, Lúcia Guimarães e Gustavo Chacra.

21h16 – Em entrevista exclusiva à CNN, a mulher de Romney, Ann, revela que o republicano escreve ‘Dad’ (papai), em um papel quando debate e procura o olhar dela na plateia.

21h04 – Segundo a CNN, Mitt Romney chegou ao local do debate.

20h59 – Vários ensaios foram realizados no local do debate, na Universidade de Denver, no Colorado. Na foto abaixo, pessoas ocupam o lugar de Obama, Romney e o moderador Lehrer. Falta uma hora para o início do embate.

e38ab11a598348269544f3ae66e0732e_e38ab11a598348269544f3ae66e0732e_0.jpg

20h56: “Moderador de debate não é detector de mentiras,” diz Jim Lehrer.

20h55 – Falta pouco mais de uma hora para o início do debate entre Obama e Romney.

20h52 – Jim Lehrer diz que se isola de jornalistas na concentração pré-debate.

20h49 – Lúcia Guimarães relata que o moderador do debate, Jim Lehrer, no ar agora em entrevista à rede de TV PBS, diz que terá feito um bom trabalho se o público puder concluir se gosta ou não dos candidatos. Lehrer tem 78 anos de idade, 53 de jornalismo, escreveu romances, peças e memórias. Já moderou 12 debates e é autor de “Presidential Debates, From Kennedy-Nixon to Obama-McCain“. Ele é âncora fundador do telejornal da PBS.

61d023716d50441db81d72c937483abe_61d023716d50441db81d72c937483abe_0.jpg
Lehrer já moderou 12 debates presidenciais; na foto, ele aparece diante do local do debate de hoje 

20h44 – De acordo com as estimativas, 60 milhões de pessoas devem assistir ao debate nos EUA. Segundo a colunista Lúcia Guimarães, que está em Nova York, o primeiro debate presidencial transmitido ao vivo na história, entre Kennedy e Nixon, atraiu 66 milhões de espectadores, quando os EUA tinham apenas 179 milhões de habitantes. Hoje a população é de cerca de 315 milhões.

19h53 – O debate está programado para durar 90 minutos. A previsão é que metade desse tempo seja dedicada a temas econômico-fiscais, divididos em três blocos. Nesses 45 minutos, Romney tende a insistir na falência da política adotada por Obama, dada a continuidade do elevado desemprego, de 8,2%, e subemprego no país. O presidente tende a argumentar ser a alternativa oferecida pelo republicano uma retomada da política do governo Bush, considerada a responsável pela crise vivida no país desde 2008.

19h51 – O debate está programado para começar às 22h (horário de Brasília). Acompanhe por aqui.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.