Apuração oficial aponta vitória do ‘não’ no referendo da Itália com quase 60% dos votos
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Apuração oficial aponta vitória do ‘não’ no referendo da Itália com quase 60% dos votos

Cerca de 40% dos eleitores votaram a favor da reforma proposta pelo premiê Matteo Renzi

Redação Internacional

05 Dezembro 2016 | 08h19

ROMA – A apuração oficial dos votos no referendo realizado no domingo na Itália confirmou nesta segunda-feira, 5, a vitória do “não” à reforma constitucional do primeiro-ministro Matteo Renzi com 59,95%, ou 19.019.197, das cédulas depositadas nas urnas. Cerca de 40,05% (12.706.340) dos eleitores foram favoráveis à reforma.

Renzi anunciou que apresentará sua renúncia ao presidente da República, Sergio Mattarella, como consequência do resultado obtido nas urnas.

A derrota de Renzi havia sido antecipada no domingo por pesquisas de boca de urna divulgadas por diversos veículos de comunicação no fechamento dos colégios eleitorais.

Ainda resta saber o resultado da apuração oficial dos votos dos italianos que vivem fora do país, o que corresponde a quase quatro milhões de pessoas. / EFE

Veja abaixo: Primeiro-ministro da Itália renuncia

 

Mais conteúdo sobre:

ItáliareferendoMatteo Renzi