As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

As palavras mais ditas por Obama nos discursos no Cogresso de 2010 e 2013

Redação Internacional

13 de fevereiro de 2013 | 17h39

Em seu discurso anual no Congresso – o principal discurso do ano à nação – o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, focou nos desafios da economia e no fortalecimento da classe média. O discurso deste ano esteve amarrado às percepções e anseios dos cidadãos neste momento.

Leia também:
Em discurso ao Congresso, Obama promete reavivar economia dos EUA

Segundo as pesquisas de opinião, a grande maioria dos americanos quer o ajuste nas contas públicas, mas tem na recuperação econômica sua mais alta prioridade. O corte de gastos, como vem dizendo Obama, não poderá prejudicar a economia.

Obama se concentrou em pedir ao Congresso americano “uma economia que funcione para todos” e na necessidade de fortalecimento e expansão da classe média americana. Em busca de aproveitar o impulso da sua reeleição conquistada em novembro, Obama prometeu voltar suas atenções para problemas econômicos como o desemprego de 7,9% – questão que assombrou os primeiros quatro anos do seu governo.

Isso fica evidente olhando a nuvem com as palavras mais ditas pelo presidente durante o discurso deste ano. A primeira palavra mais dita foi “empregos”, seguida de “americanos” e “América”.

discurso_obama_2013_1.jpg

 

No seu discurso ao Congresso de 2010, a palavra “empregos” foi a terceira mais falada por Obama. Na época, o democrata, eleito como o primeiro presidente negro dos EUA e com grande popularidade, usou muito a palavra “americanos” e “povo”.

discurso_obama_2010_1.jpg

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.