As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

ASSISTA: Assange entrevista Slavoj Zizek e David Horowitz

Redação Internacional

10 de outubro de 2012 | 18h00

O fundador do WikiLeaks, Julian Assange, entrevista no segundo episódio da série “O mundo amanhã” o intelectual superstar Slavoj Zizek e David Horowitz, um dos líderes da direita americana. O encontro, entre mentes tão diferentes, resulta em uma entrevista no mínimo acalorada.

“Você é um apoiador da coisa mais próxima que temos do nazismo”, diz Horowitz. “Você apoia os palestinos. Eu não vejo como diferenciar os palestinos que querem matar os judeus dos nazistas”. Irritado, o esloveno dispara: “Desculpe, você já foi à Cisjordânia?” Em alguns momentos, Assange tem que segurar o exaltado Zizek, embora seu adversário esteja em outro continente. “Nós, totalitários das antigas, deveríamos, nos juntar e nos livrar deste liberal aqui!”, brinca Zizek para Horowitz, referindo-se a Assange.

O tom da conversa entre os três varia entre o antagônico e o bem humorado. Os três falam de personalidades que vão de Stalin a Obama, do conflito entre Israel e palestinos, do desejo da liberdade ao Estado de vigilância, passando, é claro, pelo trabalho o WikiLeaks, considerado “perigoso” por Horowitz. No final, Zizek conclui: “Isso foi uma loucura!”

Radar Global publica as entrevistas semanalmente, sempre às quartas-feiras. A Agência Pública é responsável pela adaptação para o Brasil da série, realizada pelo WikiLeaks em parceria com o canal russo RT. Os episódios serão exibidos semanalmente com legendas em português. Assista a seguir.

Na próxima semana, o blog publica o terceiro episódio da série. Assange entrevistará Moncef Marzouki, ativista de direitos humanos, médico e político. Atualmente, Marzouki é presidente interino da Tunísia. Assista ao 1º episódio da série, em que Assange entrevistou o líder do grupo xiita libanês Hezbollah.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: