Atirador de Dallas tinha simpatia pelo Black Power
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Atirador de Dallas tinha simpatia pelo Black Power

Redação Internacional

09 Julho 2016 | 02h00

Micah Xavier Johnson, de 25 anos, o veterano do Exército americano no Afeganistão que abriu fogo contra policiais em Dallas, era tido como uma pessoa solitária que vivia no subúrbio de Dallas.

Em seu apartamento, mantinha armas, munições e explosivos, além de um diário sobre táticas de combate. Seu perfil no Facebook mostrava que ele tinha simpatia pelo Black Power – movimento pelo direitos civis dos negros que marcou os Estados Unidos nos anos 60.

Até a noite de ontem, pouco se sabia sobre sua família e origens. Após servir no Afeganistão, em 2013, ele seguia como reservista do Exército. Johnson não tinha ficha criminal, segundo a polícia.

This undated handout photo shows Micah Xavier Johnson. Police on July 8, 2016 confirmed the gunman who killed five officers in an ambush in Dallas was a 25-year-old named Micah Johnson, an Army veteran and reported

Micah Xavier Johnson: suspeito do ataque em Dallas

Mais conteúdo sobre:

DallasEstados Unidos