As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Vídeo: ucraniano conta que foi torturado

Redação Internacional

31 de janeiro de 2014 | 16h22

KIEV – O ativista da oposição ucraniana Dmytro Bulatov, de 35 anos, afirmou que foi sequestrado e torturado até ser deixado numa floresta nas proximidades de Kiev na quinta-feira 30. Ele faz parte do AutoMaidan, um grupo de proprietários de carros que participou dos protestos contra o presidente Viktor Yanukovych, e estava desaparecido desde 22 de janeiro.

“Eles me crucificaram, pregaram minhas mãos. Cortaram minha orelha, meu rosto. Não há um ponto do meu corpo que não tenha sido espancado”, declarou Bulatov à emissora de televisão 5 Kanal. “Graças a Deus estou vivo.”

Assista ao vídeo com a declaração de Bulatov:

Tudo o que sabemos sobre:

Dmytro BulatovUcrânia

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.