As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Barack Obama pode ser descendente do primeiro escravo africano na América

Redação Internacional

30 de julho de 2012 | 20h17

Um estudo do histórico da família do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, mostra que ele pode ser descendente do primeiro africano escravizado na América. Segundo o site de genealogia Ancestry.com, a mãe de Obama, Stanley Ann Dunham, descende de John Punch, um servo que foi escravizado na Virgínia, em 1640, como punição por ter tentado fugir.

obama.jpg
Foto: Saul Loeb/AFP

O caso de Punch é o primeiro registro de alguém escravizado nas colônias da época. “Duas das mais significantes histórias de americanos africanos do nosso país estão, incrivelmente, relacionadas”, afirmou o genealogista do site, Joseph Shumway. O site de genealogia decidiu aprofundar as pesquisas após descobrir a herança africana da mãe de Obama. Foram analisados documentos e traços do DNA.

Em entrevista ao jornal New York Times, a genealogista Elizabeth Shown Mills afirmou que “pesquisas genealógicas de indivíduos que viveram há centenas de anos nunca podem ser uma prova definitiva de que um homem foi pai de outro, mas essa pesquisa (do site) atende os mais altos padrões e pode ser considerada de confiança.”