As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Brexit: O que acontece agora?

Redação Internacional

28 Junho 2016 | 07h00

Os britânicos votaram na quinta-feira pela saída do Reino Unido da União Europeia (UE) em um referendo histórico, que culminou na renúncia do primeiro-ministro David Cameron. Veja abaixo o que acontece após essa decisão.

Quando o Reino Unido deixará a UE?
Para abandonar o bloco, o governo britânico deve invocar o artigo 50 do Tratado de Lisboa, algo inédito na história da UE. Depois disso, o país tem dois anos para negociar a saída do bloco com os outros países-membros, algo que deve ser bastante complexo. O primeiro-ministro David Cameron já declarou que deixará a decisão sobre o artigo 50 para seu sucessor


O Brexit pode desintegrar o Reino Unido?
Ao contrário de Inglaterra e País de Gales, Escócia e Irlanda do Norte votaram pela permanência na União Europeia. A premiê escocesa, Nicola Sturgeon, afirmou no fim de semana que é “democraticamente inaceitável” que o país deixe a UE contra sua vontade. Pesquisas indicam que 60% dos escoceses são favoráveis a deixar a Grã-Bretanha, dois anos depois da vitória do não em um referendo sobre a independência. Na Irlanda do Norte, também há pressão pela independência e reunificação com a Irlanda.


A campanha pelo Brexit está abandonando suas promessas?
Horas depois da vitória nas urnas, a campanha pela saída da UE, liderada pelo ex-prefeito londrino Boris Johnson e os eurocéticos do Ukip, relativizou diversas afirmações feitas durante a campanha, especialmente que o país teria de volta 350 milhões de libras em contribuições para a UE. Estudos dizem que esse valor é, na verdade, três vezes menor

A política britânica está se desintegrando?
Os dias que se seguiram à votação ficaram marcados pela renúncia de Cameron e pelo desafio à liderança do Partido Trabalhista, o principal da oposição. Os conservadores estão profundamente dividos sobre quem pode suceder Cameron: Boris Johnson, um dos líderes do brexit, o ministro das Finanças George Osbourne, ou a secretária de Interior Theresa May

A campanha pela saída encorajou o racismo?
Não há estatísticas que comprovem isso em números, mas as denúncias de xenofobia e racismo tem aumentado nos últimos dias no país.

O que acontecerá com os imigrantes que já vivem no Reino Unido?
Os cidadãos da UE que vivem no país provavelmente receberão para continuar vivendo na Grã-Bretanha. São cerca de 3 milhões de pessoas. Há também 1,2 milhão de britânicos vivendo fora do arquipélago, que provavelmente terão de obter visto de trabalho para viver na UE

Mais conteúdo sobre:

BrexitReino UnidoUnião Europeia