Campanha pede que parque aquático em Miami liberte orca
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Campanha pede que parque aquático em Miami liberte orca

Prefeito de Miami Beach, Philip Levine, e outros líderes políticos do sul da Flórida se juntaram aos grupos de ativistas que querem a libertação de Lolita, mantida em cativeiro desde os anos 70

Redação Internacional

11 de agosto de 2015 | 12h37

MIAMI, EUA – O prefeito de Miami Beach, Philip Levine, outros líderes políticos do sul da Flórida e ativistas se juntaram em uma campanha para libertar as baleias orcas do Miami Seaquarium.

Os membros da ONG Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais (Peta) e outros grupos de ativistas pediram que um processo seja aberto na Corte Federal da Miami para tratar da libertação das baleias, especialmente de Lolita, capturada nos anos 70 na costa do Estado de Washington.

Campanha pede libertação de baleia orca de parque aquático em Miami

Campanha pede libertação da orca Lolita de parque aquático em Miami (Foto: Nuri Vallbona/The Miami Herald/AP)

A medida pede ainda que seja elaborado um ‘plano de aposentadoria’ para a Orca ser levada para uma região que se parece mais com seu ambiente natural do Oceano Pacífico.

Em resposta, a direção do aquário afirmou que Lolita está saudável, vive bem em cativeiro e seria cruel e traumático libertá-la a essa altura. / AP

Tudo o que sabemos sobre:

campanhaEUAorca