Cervejaria lança bebida ‘anti-Trump’ nos EUA
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cervejaria lança bebida ‘anti-Trump’ nos EUA

Rótulos de nova bebida da Dock Street Brewery traz o slogan 'Amigos não deixam que seus amigos votem em Drumpf', em referência ao sobrenome original da família do magnata

Redação Internacional

30 de março de 2016 | 10h40

Uma cervejaria da Filadélfia criou uma cerveja artesanal com uma peculiar campanha contra o polêmico magnata Donald Trump, pré-candidato republicano à Casa Branca.

A campanha “Amigos não deixam que seus amigos votem em Drumpf”, faz referência ao sobrenome original da família do multimilionário nova-iorquino, anunciou a cervejaria Dock Street Brewery em seu site oficial.

O avô do candidato republicano, que se chamava Friedrich Drumpf, era um imigrante alemão que trocou seu nome para Frederick Trump ao chegar aos Estados Unidos em 1885.

Cervejaria americana criou bebida com campanha anti-Trump

Cervejaria americana criou bebida com campanha anti-Trump

O magnata, que lidera a corrida pela indicação presidencial do Partido Republicano com um discurso xenófobo e ultranacionalista, prometeu construir um muro na fronteira com o México para frear a imigração ilegal, e expulsar os 11 milhões de imigrantes ilegais que estima-se que vivam nos EUA.

No anúncio, a cervejaria explicou que em sua ‘(des)homenagem’ a Donald Trump criou uma bebida que mostra “desdém” por ele para “ser um lembrança para o exercício do voto, para simplesmente jogar Drumpf no lixo”.

A fábrica de cerveja lembrou que o candidato “quer limitar o acesso aos EUA com base na religião e com flagrantes manipulações de fatos e dados”, e classificou de “ridícula” a ideia de construir um muro na fronteira. Além disso, a cervejaria destacou que Trump, em seus atos de campanha, “encoraja seus seguidores à violência”.

A Dock Street Brewery, criada na Filadélfia em 1985, descreve a nova bebida como uma cerveja negra com um corpo “assim assim”, que tem um sabor “amargo e delirante”. / EFE

Mais conteúdo sobre:

CervejaDonald TrumpEstados Unidos