China investiga venda de bebida alcoólica ‘batizada’ com Viagra
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

China investiga venda de bebida alcoólica ‘batizada’ com Viagra

Policiais apreenderam nas fábricas Guikun e Deshun 5.357 garrafas de bebida suspeita, grande quantidade de matéria-prima para fabricação do baijiu e um lote de Sildenafil em pó

Redação Internacional

03 de agosto de 2015 | 14h48

Baijiu

A polícia chinesa investiga duas fábricas de bebidas alcoólicas suspeitas de misturar o medicamento Sildenafil – princípio ativo do Viagra – a seus produtos. As empresas Guikun Bebidas e Deshun Bebidas, as duas sob a mira das autoridades, anunciavam as bebidas “batizadas” como aguardentes com “propriedades de preservação da saúde”.

O baijiu, aguardente mais popular da China, é vendido em versões que vão desde as de baixo custo até garrafas refinadas e muito caras, usadas como presentes em ocasiões como casamentos ou assinatura de grandes negócios.

Policiais apreenderam nas fábricas Guikun e Deshun 5.357 garrafas de bebida suspeita, grande quantidade de matéria-prima para fabricação do baijiu e um lote de Sildenafil em pó.

As autoridades calculam que o faturamento das empresas com o produto “turbinado” alcançaria quase o equivalente a US$ 113 mil. / REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:

álcoolChinaViagra