China proíbe o jogo Battlefield 4 “por segurança nacional”
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

China proíbe o jogo Battlefield 4 “por segurança nacional”

Redação Internacional

27 de dezembro de 2013 | 15h25

História do jogo retrata golpe contra governo chinês orquestrado pelo almirante Chang (E). (Foto: Reprodução)

A China proibiu o lançamento do jogo Battlefield 4 “por questões de segurança nacional”. O enredo do game trata-se de uma conspiração de um soldado contra o governo do país. Com o proibição, tanto o jogo quanto qualquer produto relacionado a ele não podem ser comercializados na China, de acordo com o comunicado do ministério da Cultura publicano no site pcgames.com.cn.

Ambientado em 2020, quando um comandante militar, o almirante Chang, planeja um golpe de Estado contra o governo chinês com o apoio da Rússia, Battlefield 4 retrata uma guerra entre Pequim e Washington. Os jogadores podem escolher em jogar com as tropas de cada um dos três países.

Desenvolvido pelo estúdio sueco DICE e distribuído pela americana Electronic Arts (EA) Battlefield 4 foi lançado no mundo todo em outubro – no Brasil, o game tem menus, legenda e dublagem em português.

Antes mesmo do lançamento, jornais militares chineses haviam criticado o conteúdo do jogo, classificado como “propaganda estrangeira”. Nas redes sociais, o título em mandarim do game foi bloqueado.

Tudo o que sabemos sobre:

Battlefield 4China

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.