As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

CLAUDIA TREVISAN: Democracia e eleições com ‘características chinesas’

Redação Internacional

16 de maio de 2011 | 07h45

“Esta é uma eleição do Partido Comunista e não uma eleição americana”. A frase foi dita por um policial na semana passada no momento em que ele comandava a prisão de Liu Ping, desempregada e candidata independente ao Conselho de Representantes de sua cidade, na província de Jiangxi. Seu crime foi fazer campanha durante a eleição, algo absolutamente banal em vários lugares do mundo, mas inconcebível na “democracia com características chinesas”. Liu foi carregada pelos policiais e teve sua casa vasculhada.

Leia a íntegra no blog O Tao da China, da correspondente Claudia Trevisan no país

Tudo o que sabemos sobre:

ChinaClaudia TrevisanDemocraciaeleições

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: